TCE-AM multa ex-diretora do Fapesb de Barreirinha em mais de R$13 mil

Após análise dos órgãos técnicos do TCE-AM, o relator do processo, conselheiro Júlio Pinheiro, decidiu julgar irregulares as contas de Nazaré Lima Reis

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) julgou, nesta terça-feira (4), irregulares as contas da ex-diretora-presidente do Fundo de Aposentadoria dos Serviços Públicos de Barreirinha (Fapesb), Nazaré Lima Reis, e a multou a ex-gestora em mais de R$13 mil. Ela esteve a frente do órgão municipal em 2017.

Após análise dos órgãos técnicos do TCE-AM na prestação de contas da ex-diretora presidente da Fapesb, o relator do processo, conselheiro Júlio Pinheiro, decidiu julgar irregulares as contas da gestora.

Segundo o relatório apresentado pelo Ministério Público de Contas (MPC), Nazaré Lima Reis não justificou de forma plausível a ausência de um parecer técnico sobre as contas do órgão; não relacionou as licitações realizadas durante a gestão no formato necessário, bem como de contratos, convênios e aditivos; e não comprovou o acompanhamento de fiscalizações em execuções de contratos feitos pelo Fundo.

A sessão foi conduzida pelo presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello. Participaram dela os conselheiros Júlio Pinheiro, Érico Desterro, Ari Moutinho Júnior, Yara Lins dos Santos e Josué Neto, além dos auditores Mário Filho, Alípio Reis Firmo Filho, Luiz Henrique Mendes e Alber Furtado. O procurador-geral João Barroso representou o MPC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ministério da Economia publica regra que permite elevar salários de Bolsonaro e Mourão

Wilson Lima entrega 3 toneladas de alimentos na Zona Sul de Manaus

Aproximação de Dermilson Chagas e Eduardo Braga fica explícito nas redes sociais