Superintendente da PF no AM pede que STF apure se Ricardo Salles cometeu crime ambiental, diz ‘O Globo’

De acordo com 'O Globo', o delegado Alexandre Saraiva disse que o ministro do Meio Ambiente dificulta a ação fiscalizado do poder público em questões ambientais

Manaus | AM

O superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Alexandre Saraiva, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma notícia crime para investigar o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, por três delitos: dificultar a ação fiscalizadora do poder público no meio ambiente, exercer advocacia administrativa e integrar organização criminosa. As informações foram publicadas pelo ‘O Globo’ e o caso foi revelado pelo blog de Jorge Pontes, no site da revista ‘Veja’.

Ainda de acordo com a matéria, o delegado acusa mais duas pessoas, além de Salles: o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama, Eduardo Bim), e o senador Telmário Mota (PROS-RR). Também segundo Saraiva, os três praticaram atos no âmbito da operação ‘Handroanthus’ que podem constituir crime.

De acordo com o delegado, o principal argumento utilizado por Salles e Mota, de que a documentação da madeira era regular, não se sustenta. O material apreendido, diz ele, é produto de fraude em razão da grilagem de terras. Saraiva também destacou que, em caso de omissão do órgão ambiental estadual, o Ministério do Meio Ambiente pode convocar o Ibama e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgãos vinculados à pasta, para exercer o poder de polícia ambiental.

O delegado afirmou ainda que o senador Telmário Mota “defende arduamente” os madeireiros e atua para desqualificar a ação da PF, tendo partido dele a iniciativa de haver uma reunião no Ministério do Meio Ambiente para defender a legalidade da madeira apreendida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ministério da Economia publica regra que permite elevar salários de Bolsonaro e Mourão

Wilson Lima entrega 3 toneladas de alimentos na Zona Sul de Manaus

Aproximação de Dermilson Chagas e Eduardo Braga fica explícito nas redes sociais