Rodrigo Maia diz que ‘não tem dúvidas’ que Pazuello cometeu crimes contra a Saúde na pandemia

Manaus-AM | Por: Redação

Nesta segunda-feira (25), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou não ter dúvidas de que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, cometeu crimes durante o enfrentamento à pandemia de Covid-19 no Brasil.

No sábado (23), a Procuradoria-Geral da República (PGR), realizou um pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF), abrir um inquérito sobre a conduta de Pazuello perante ao colapso do sistema de Saúde do Amazonas.

Segundo Maia, a “irresponsabilidade” do ministro deveria ser apurada em uma CPI no Congresso, já que os parlamentares não têm a prerrogativa de analisar o impeachment de um ministro de Estado por atos não relacionados ao presidente da República.

“Eu, por exemplo, tenho defendido a CPI da Saúde. Se nós tivéssemos a prerrogativa do impedimento de um ministro, [mas] não é nossa prerrogativa. Nossa prerrogativa de impedimento de ministro é só [por ato] conectado ao presidente da República. Mas em relação ao ministro, não tenho dúvida nenhuma que já tem crime. Pelo menos o ministro da Saúde já cometeu crime”, afirmou.

“Não tenho dúvida nenhuma da irresponsabilidade dele de ‘recomendar’ tratamento precoce, da irresponsabilidade dele de não ter respondido a Pfizer. A irresponsabilidade dele de, como ministro da Saúde, não ter se aliado ao Instituto Butantan para acelerar a produção daquela vacina [Coronavac] e não apenas a vacina da Fiocruz. Tudo isso caracteriza crime e a PGR está investigando”, continuou Maia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PL quer impedir que mesmo juiz seja relator de inquérito e da ação penal

Deputada Alessandra Campêlo intermedeia retorno de academias no AM

Almoço em Brasília confirma movimento de PSL em direção a Eduardo Braga