Prefeitura oferece ‘apoio logístico necessário’ para motociata de Bolsonaro em Manaus

Manaus-AM- Faltam apenas 8 dias para nova visita do presidente Jair Bolsonaro a Manaus. A prefeitura, por meio da Casa Militar, se responsabilizou pelo apoio logístico para a realização de uma “motociata”.

De acordo com a programação, no próximo dia 16 deste mês Bolsonaro irá participar da entrega de 500 apartamentos no conjunto habitacional Manauara II, na zona Norte da cidade, em uma parceria entre o governo federal e o município.

Já no dia 17, um sábado, o presidente irá participar da “motociata”. É esperado que mais de 50 mil motociclistas participem do evento, incluindo Estados vizinhos, como Roraima e Rondônia, que devem comparecer, por meio de seus representantes. Aproximadamente 60 quilômetros devem ser percorridos.

“Durante este percurso será necessário o apoio com água, banheiro e mobilidade, por meio de toda a estrutura municipal. A prefeitura irá atuar de forma que o evento seja realizado da melhor maneira possível.”, ressaltou o secretário da Casa Militar.

No dia 8/6, o prefeito de Manaus, David Almeida, esteve no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), em reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro, que confirmou investimentos do governo federal nas áreas de Infraestrutura, Saúde, Habitação, Saneamento e Turismo do município. E também iniciou as tratativas para a vinda do presidente ao município.

“A vinda do presidente a Manaus é uma consequência da visita que fizemos a ele no mês passado. Nós construímos essa agenda juntos. Nesse sentido, o presidente estará vindo a Manaus para a entrega dos apartamentos e isso mostra os laços que estreitamos” enfatizou o coronel Alfredo Menezes, um dos principais apoiadores de Bolsonaro, no Amazonas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carlinhos Bessa agradece Wilson Lima por CETI de Tefé

TCE-AM muda para quarta-feira o julgamento das contas de ex-gestores de Arthur Neto e Amazonino Mendes

Câmara pode votar nesta terça-feira MP sobre suspensão de contratos de trabalho na pandemia