Planalto deve enviar LDO de 2022 ao Congresso, nesta quinta-feira

O projeto da LDO de 2022 chega ao Congresso antes mesmo que o Orçamento de 2021 tenha sido sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro

Manaus | AM | Agência Senado

O Poder Executivo deve enviar, nesta quinta-feira (15), ao Congresso Nacional o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022. O texto que vai orientar a elaboração do Orçamento do próximo ano precisa ser votado por senadores e deputados até o dia 17 de julho.

A LDO estabelece metas e prioridades para o ano seguinte. O texto fixa quanto o governo pretende economizar e impõe regras e limites para as despesas dos três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário). A matéria também regulamenta as transferências a entes públicos e privados e indica quais segmentos devem ser financiados pelos bancos oficiais.

O projeto da LDO de 2022 chega ao Congresso antes mesmo que o Orçamento de 2021 tenha sido sancionado pelo presidente da República. Jair Bolsonaro tem até o dia 22 de abril para definir se sanciona ou veta trechos do projeto de Lei Orçamentária Anual (PLN 28/2020).

No ano passado, a pandemia do novo coronavírus e um impasse político sobre a presidência da Comissão Mista de Orçamento (CMO) comprometeu o calendário de votação das matérias orçamentárias. A LDO (PLN 9/2020), que deveria ter sido aprovada no dia 17 julho, só foi decidida pelo Congresso cinco meses depois. O Orçamento, que deveria ter sido votado até o final de dezembro, só foi aprovado em março deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ministério da Economia publica regra que permite elevar salários de Bolsonaro e Mourão

Wilson Lima entrega 3 toneladas de alimentos na Zona Sul de Manaus

Aproximação de Dermilson Chagas e Eduardo Braga fica explícito nas redes sociais