Pazuello não será punido pelo Exército por participar de manifestação com Bolsonaro

Brasília-DF- O Exército brasileiro decidiu não punir o general Eduardo Pazuello por ato com o presidente Jair Bolsonaro, realizado no Rio de Janeiro, em 23 de maio.

Em nota, disse que “em evento realizado na Cidade do Rio de Janeiro, no dia 23 de maio de 2021, o Centro de Comunicação Social do Exército informa que o Comandante do Exército analisou e acolheu os argumentos apresentados por escrito e sustentados oralmente pelo referido oficial-general”.

Também informou que “Desta forma, não restou caracterizada a prática de transgressão disciplinar por parte do General PAZUELLO” e que arquivou o procedimento.

O general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, participou, sem máscara, de um ato político, no Rio de Janeiro, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, também sem máscara, no dia 23 de maio. A participação aconteceu dias depois de o militar falar à CPI da Pandemia, no Senado.

*CNN Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

'O gol mais bonito da história de Manaus', diz juíza federal sobre campanha de vacinação que usa Arena da Amazônia

Wilson Lima anuncia marca de 100 mil vacinados em menos de 28 horas da campanha

Após ideia de David Almeida, parlamentares defendem Guardas Municipais armadas no Amazonas