Militante denuncia descaso na posse de Lula

Segundo a mulher, haveria acessibilidade para a militância. A promessa, contudo, não se confirmou, quando ela chegou ao local

Uma cadeirante criticou a organização da posse do presidente Lula (PT), no domingo 1°. Segundo a mulher, haveria acessibilidade para a militância. A promessa, contudo, não se confirmou, quando ela chegou ao local.

“Estou com uma cadeira de rodas, como vocês podem ver, porque quebrei o pé, e simplesmente não tem acessibilidade nenhuma”, disse a mulher, visivelmente constrangida e irritada com a situação.

“Foi divulgado que teria acessibilidade e um espaço reservado, mas esse espaço reservado é só no palco de shows.”

Segundo a apoiadora de Lula, outras pessoas com deficiência encontraram dificuldades para participar da posse de Lula.

“Havia até policial questionando laudo médico e dizendo que não servia para nada”, relatou. “Tentamos contar com a solidariedade das pessoas, mas disseram ‘cada um com seu problema.”

A mulher afirmou ainda que a posse de Lula tornou-se “desgastante” e que houve momentos em que ela e outros apoiadores deficientes acabaram “atropelados pela galera que queria ficar na grade”.

*Com informações da Revista Oeste

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.