Justiça Eleitoral estabelece protocolo para eleições no Vale do Javari

A juíza eleitoral de Atalaia do Norte, Andrea Jane Silva de Medeiros, se reuniu com órgãos da saúde e lideranças indígenas, na última semana

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

A juíza da 42ª Zona Eleitoral de Atalaia do Norte, Andrea Jane Silva de Medeiros, se reuniu, na última semana, com o promotor eleitoral, Elanderson Duarte; o prefeito em exercício, Felipe Sanches; Henry Charles Silva, coordenador da Fundação Nacional do Índio e com as lideranças indígenas do Vale do Javari, para tratar do protocolo de segurança sanitária feito em conjunto com os órgãos de Saúde para as Eleições 2020.

No encontro, ficou acertado que os candidatos não farão campanha presencial nas aldeias. Tudo será transmitido pela rede de rádio União dos Povos do Vale do Javari, com tradução no idioma nativo de cada etnia (Matis, Marubo, Mayuruna, Kanamary e Kulina).

Os mesários serão todos residentes dos locais de votação e para cada local, irá um técnico de votação e um policial militar, que passarão por teste RT/PCR, seguido de quarentena, fazendo logo após isso novo teste, para então poderem entrar nas comunidades.

O material de votação, que compreende, além da urna eletrônica, a lista de candidatos, as canetas, fitas, almofadas para carimbo, entre outros, passarão por desinfecção prévia. Desta forma, a Justiça Eleitoral pode garantir a participação destes povos no processo democrático com a segurança que a situação requer, preservando o direito ao voto, bem como a saúde destes cidadãos e cidadãs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Justiça pune Amazonino por propaganda irregular contra David

CNJ debate estratégias globais de combate à corrupção

No Dia da Consciência Negra, Mourão diz que 'no Brasil, não existe racismo'