Hospital Militar de Manaus vai gastar R$ 500 mil com prestação de serviços médico-hospitalar

Atualmente, o Hospital Militar de Manaus atende militares da ativa e da reserva, pensionistas e servidores civis do Exército, além de militares da Marinha, da Força Aérea e seus respectivos dependentes

Manaus | AM

O Comando Militar da Amazônia (CMA), por meio do Ministério da Defesa, vai gastar R$ 500 mil em um contrato de serviços para o Hospital Militar de Área de Manaus (H Mil A Manaus), localizado na Zona Sul da capital amazonense.

De acordo com o Diário Oficial da União (DOU), a empresa Centro de Doenças Renais do Amazonas S/S LTDA vai oferecer serviços de assistência médico-hospitalar, odontológicos, reabilitação, laboratoriais, atendimento pré-hospitalar e inter-hospitalar móvel, atenção domiciliar a saúde.

Ainda conforme o DOU, o contrato é válido pelo período de 1 ano, de 18 de outubro de 2021 até 18 de outubro de 2022.

Informações

De acordo com o Exército Brasileiro (EB), o H Mil A Manaus, atualmente, presta atendimento médico-hospitalar, odontológico e laboratorial aos militares da ativa e da reserva, pensionistas e servidores civis do Exército, além de militares da Marinha, da Força Aérea e seus respectivos dependentes, totalizando mais de 50 mil usuários.

A unidade de saúde dispõe de Serviço de Pronto Atendimento (SPA), centro cirúrgico, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), laboratório, Unidade de Apoio ao Diagnóstico, Unidade de Pacientes Internos, Unidade de Pacientes Externos e odontoclínica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ICMS permanecerá congelado no Amazonas, afirma Wilson Lima

Randolfe elogia decisão de Lewandowski para MP garantir vacinação infantil

Ministro Lewandowski pede informações sobre possíveis irregularidades na vacinação de crianças e adolescentes

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.