“Gabinete do amor”: Gestão Lula quer criar setor com influenciadores

Setor faria parte da Secom, comandada por Paulo Pimenta

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está avaliando a possibilidade de criar um “gabinete do amor” dentro da Secretaria de Comunicação Social (Secom), no Palácio do Planalto.

O nome do setor seria uma provocação em relação ao chamado “gabinete do ódio”, supostamente destinado a atacar difamadores do governo de Jair Bolsonaro (PL), algo que sempre foi negado pelo ex-presidente.

Segundo informações do colunista Guilherme Amado, do portal Metrópoles, a ideia do “gabinete do amor” seria contratar influenciadores digitais que auxiliaram Lula em sua candidatura para manter o trabalho de impulsioná-lo nas redes sociais ao longo do mandato.

Ainda não há detalhes de quais seriam as funções dos influenciadores no governo. A ideia está sendo estudada pelo ministro Paulo Pimenta, responsável pela Secom.

*Com informações de Pleno News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.