Em debate, David Almeida assume compromisso com a saúde básica e a ZFM

Compromisso foi firmado pelo candidato da coligação Avante Manaus durante o primeiro debate das eleições, na TV Band Amazonas

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O candidato da coligação ‘Avante Manaus’ à Prefeitura de Manaus, David Almeida, aproveitou o debate promovido pela Band Amazonas, na noite desta quinta-feira (1º), para reafirmar o seu compromisso com a ampliação dos serviços da saúde básica e de colocar em prática um plano de desenvolvimento Integrado durante o mandato. A meta é solucionar problemas e preparar a capital do Amazonas para os desafios do futuro.

David deixou claro, ao ser questionado por José Ricardo (PT) – que o chamou de “prefeito”-, que, se for eleito, a partir do dia 2 de janeiro, desenvolverá ações para que a Prefeitura de Manaus seja protagonista no fortalecimento do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM).

“Nós vamos conversar com o governo estadual e federal para, juntos, implementarmos medidas destinadas a fortalecer o Polo Industrial de Manaus (PIM) e facilitar a vida de quem quer investir na nossa cidade, a fim de gerar emprego e renda para a nossa população”, disse ele.

Além do fortalecimento da ZFM, David Almeida também fez questão de destacar que o novo prefeito de Manaus precisa fazer sua gestão junto ao Estado e aos municípios vizinhos, pela busca de novas opções de desenvolvimento econômico sustentável, como o aproveitamento do gás natural do campo do Azulão, em Silves e Itapiranga.

Saúde

Ao ser questionado pelo candidato Ricardo Nicolau (PSD) sobre os contratos da saúde que supostamente teriam sido superfaturados durante sua passagem pelo Governo do Amazonas, David lembrou que todas as suas contas foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do Amazonas (TCE) e a falsa denúncia foi arquivada pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Ao debater com Alfredo Nascimento, do PL, David Almeida ressaltou que a sua eficiência na curta passagem pelo Governo do Amazonas ainda “incomoda quem está sendo manipulado por terceiros” e revelou que, chegando ao comando da prefeitura, ele vai aumentar o número de 260 equipes da saúde da família, para 1.047, a fim de ampliar o serviço da atenção básica.

“Nós vamos modernizar o sistema municipal da saúde, para dar melhor assistência e facilitar o acesso da população aos serviços. Vamos implantar um programa de revitalização da atenção à saúde básica, repactuar a reestruturação da saúde básica em todos os bairros, bem como construir um parque de imagens e um Hospital Dia, para fazer as chamadas cirurgias de baixa complexidade”, assegurou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quase 80% avalia gestão de Arthur Neto entre regular e péssima, diz Ibope

Gilmar Mendes aponta 'telhado de vidro' de quem critica monocráticas

Novo procurador-geral de Justiça toma posse e ressalta prioridades de sua gestão