Carla Zambelli denuncia Supremo à OEA por violação de direitos humanos dos conservadores

Na representação, a parlamentar solicita que o órgão determine ao STF o desbloqueio de perfis alinhados ao governo Jair Bolsonaro

A deputada Carla Zambelli (PL-SP) apresentou há pouco denúncia contra o STF à Comissão Interamericana de Direitos Humanos alegando que o Brasil passa por um amplo processo de censura, que vem sendo conduzido por integrantes do Tribunal.

Na representação, a parlamentar solicita que o órgão determine ao STF o desbloqueio de perfis alinhados ao governo Jair Bolsonaro, que seja retirado o sigilo de processos “referentes às exclusões de perfis em redes sociais por parte do Supremo Tribunal Federal” e que a OEA obtenha, junto ao TSE, a lista dos perfis conservadores que foram bloqueados e de todos os canais bolsonaristas que foram desmonetizados.

Segundo a parlamentar, houve abusos por parte do STF, principalmente pelo ministro Alexandre de Moraes, que tolheu a “liberdade de expressão” de expoentes do bolsonarismo nos últimos meses.

“A liberdade de expressão não pode ser tolhida sob justificativas genéricas”, argumenta a parlamentar no pedido.

“É possível identificar que as vítimas possuem uma característica em comum: todas são adeptas de uma visão de mundo conservadora, de modo que se pode caracterizar como vítima o grupo de conservadores brasileiros nesta condição”, acrescenta a parlamentar.

*Com informações de O Antagonista

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.