Ao homologar concurso, Wilson diz que não irá prejudicar atuais servidores do Detran-AM

Esse é o primeiro concurso público em toda a história do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM)

MANAUS | AM

Durante a homologação do resultado final do primeiro concurso público em toda a história do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), nesta sexta-feira (1°), o governador do Estado, Wilson Lima, declarou que está em tratativas com o chefe da Casa Civil, Flávio Antony, e o diretor-presidente do Detran-AM, Amurinê Tomaz, para que os antigos servidores (não concursados) do Departamento de Trânsito não sejam prejudicados.

“Eles [servidores sem concurso] vão cumprir o contrato. Tenho levado ao presidente da Casa Civil e ao presidente do Detran que não tomem nenhuma decisão que vá não prejudicar o trabalhador. Tudo isso será feito de forma consensuada, para que esses trabalhadores não tenham prejuízos”, garantiu o governador.

Ao ser questionado se iria chamar os candidatos do cadastro reserva, Wilson disse que o chamamento irá depender da necessidade e do orçamento do Executivo Estadual.

“Estamos homologando os concursos públicos de segurança pública, Detran e também PGE. Vamos chamando de acordo com a nossa necessidade e nossa disponibilidade financeira. Estou ‘contando moedinhas’ para que a gente possa honrar com o pagamento de nossos servidores. Vai depender da demanda, se vamos chamar ou não quem está no cadastro de reserva”, disse Wilson.

Resultado 

O concurso do Detran-AM abriu 183 vagas e os candidatos aprovados serão nomeados para atuar em qualquer unidade do órgão no Estado, segundo a ordem de classificação. O concurso também contará com cadastro de reserva.

A lista dos aprovados para os cargos de nível médio e superior está disponível no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), realizador do certame (www.ibfc.org.br).

A criação de cargos no órgão faz parte do plano de valorização dos recursos humanos da segurança pública implementado pelo governador e que consta no Plano Estadual de Segurança Pública, executado pelo programa Amazonas mais Seguro. Além do Detran, que nunca finalizou um concurso, outras instituições do sistema abriram seleções, como a Polícia Militar, a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros e a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

A convocação dos aprovados para tomarem posse vai ocorrer ao longo do segundo semestre de 2022.

SSP

Para atuação na Secretaria de Estado da Segurança Pública, a homologação para os 160 aprovados estará disponível em https://conhecimento.fgv.br/concursos/sspam21. As provas foram realizadas em março para mais de 16 mil candidatos.

PGE 

A Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM) divulgou, também nesta sexta-feira (01), o resultado final do concurso público para provimento de cargos do quadro de pessoal permanente do órgão. A lista com os aprovados será divulgada na página da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br).

As provas ocorreram no dia 17 de abril, quando quase oito mil candidatos concorreram a uma das 44 vagas ofertadas, sendo 37 para ampla concorrência e sete para Pessoas com Deficiência (PcDs). Trata-se do 1º concurso público aberto pela PGE-AM, em 50 anos da instituição, para os cargos de atividade meio.

A maior parte das vagas é para o cargo de Analista Procuratorial, com um total de 20 cargos. Na sequência, aparece o cargo de Assistente Procuratorial, com 15 vagas. Os salários variam de R$ 3,8 mil a R$ 7,3 mil.

Desde 2016 sem realizar concurso para o cargo de procurador, a PGE-AM realizou as provas objetivas do concurso para cargos de procuradores de 3ª Classe, no dia 22 de maio. O certame prevê três fases. São cinco vagas, sendo quatro para ampla concorrência e uma para PcD. Um total de 1.285 pessoas participaram do certame, que prevê remuneração de R$ 24.589,99 para os candidatos aprovados.

A segunda fase desse concurso vai abranger provas escritas dissertativas e está prevista para acontecer nos dias 16 e 17 de julho. E, por fim, haverá as provas orais, marcadas para ocorrer entre os dias 29 de novembro e 3 de dezembro.

Mais de sete mil convocados

Além de realizar novos concursos públicos, o governador também enfatizou a convocação de aprovados em certames já realizados pelo Estado. Em alguns casos, pessoas aguardavam há quase uma década para poder trabalhar para os cargos em que foram aprovados.

Desde 2019, foram convocados 7.653 servidores públicos. Com os novos concursos, abriu-se um total de 2.823 vagas, em 10 órgãos da administração direta. Entre os concursos mais esperados estavam os da Polícia Militar e Polícia Civil, que somaram mais de 190 mil inscrições.

Em 2022, um mutirão de concursos foi realizado. Além de Polícia Militar e Civil, vagas foram abertas no Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM), na Secretaria de Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran), Secretaria do Estado da Fazenda do Estado do Amazonas (Sefaz), na Secretaria do Estado de Segurança Pública (SSP) e na Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Ao longo dos quatro anos de gestão, o governo convocou servidores de concursos realizados em gestões passadas e nunca concluídos, como o certame do Corpo de Bombeiros, iniciado em 2009, onde foram chamados 483 profissionais que atuam na rede estadual de saúde. São profissionais que hoje, por exemplo, permitiram a criação do projeto Chamas de Saúde, que leva atendimento médico especializado para o interior.

Na quinta-feira (30), foi publicado o edital do concurso público da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). Serão 30 vagas disponibilizadas para candidatos de nível superior com salários de até R$ 6,5 mil. As inscrições acontecem de 18 de julho até 22 horas do dia 16 de agosto de 2022, pelo site do IBFC. As provas estão previstas para 19 de setembro.

Com informações da assessoria*

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.