Advogados pró-impeachment do ministro da Defesa são lulistas

O anti-bolsonarismo expresso pelos advogados nas redes sociais intrigou parcela da população

MANAUS | AM

O pedido de impeachment do ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Nogueira, é motivo de discussão por parte dos membros dos três poderes.

Na petição, que já está sendo analisada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal André Mendonça,  um grupo de advogados fala em crime de responsabilidade por conta da nota na qual as Forças Armadas afirmam que o relatório em que confirma os dados da votação das eleições deste ano “não exclui a possibilidade da existência de fraude” nas urnas.

Um dos pontos levantados pelos críticos gira em torno da suposta motivação política do grupo de advogados responsáveis pela peça, que poderia estar acima da preocupação com a responsabilidade fiscal.

Isso porque o anti-bolsonarismo expresso pelos advogados nas redes sociais intrigou parcela da população, bem mais do que o relatório final do Ministério da Defesa sobre as urnas.

O pedido é assinado pelos  advogados Lucas Azevedo Paulino, Thiago Süssekind, Gabriela Moura Guimarães, Pedro Martins, Felipe Autran D. L. Ribeiro, Vitório Paulino de Paiva Silvestre, Nicholas Vieira de Carvalho, Alexandre Mendonça, Letícia Regina Camargo Kreuz e Ivo Meirelles.

O advogado Lucas Azevedo, por exemplo, concorreu nas eleições deste ano ao cargo de deputado federal, em Minas Gerais, pela coligação dos partidos Rede Sustentabilidade/PSOL.

whatsapp image 2022 11 17 at 14.47.11

Ele não se elegeu porque teve apenas 8.497 votos. Mas mesmo com o desastroso desempenho nas urnas, ele manteve sua fidelidade à esquerda e ao presidente eleito Lula (PT). Nas redes sociais há várias postagens do advogado fazendo o “L” com as mãos, de punho cerrado e criticando o governo de Jair Bolsonaro (PL).

Situação parecida é vista nas redes sociais do advogado Thiago Sussekind. No Instagram dele, não é difícil encontrar fotos dele ao lado do deputado Alessandro Molon (PSOL), acompanhadas de mensagens carinhosas e sentimentais. Bem como posts junto à Marina Silva (Rede), cotada para ser ministra do Meio Ambiente do governo Lula.

whatsapp image 2022 11 17 at 14.47.31

Em 2021, Thiago liderou o movimento “Fora Bolsonaro” que reuniu várias siglas da esquerda política, como PCdoB e PSB.

Outro advogado que assinou o documento foi o Felipe Autran Ribeiro. Formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), Felipe já foi Diretor de Apoio à Articulação e de Acompanhamento de Processos da Secretaria de Estado de Casa Civil e Relações Institucionais de Minas Gerais, em 2011, durante o governo de Fernando Pimentel do Partido dos Trabalhadores.

whatsapp image 2022 11 17 at 14.46.49

O Twitter do doutor Fernando está lotado de postagens que enaltecem Lula, criticam Bolsonaro e questionam as Forças Armadas.

A advogada Letícia Kreuz também assinou a peça contra o ministro da Defesa. Doutora e mestre em Direito do Estado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), a doutora também não tem vergonha de expressar sua admiração por Lula. Nas redes sociais há uma imagem da advogada reproduzindo o “L” com as mãos, em uma manifestação com alguns petistas.

whatsapp image 2022 11 17 at 14.46.17

Depois do resultado das urnas, ela usou o Twitter para comemorar a vitória do PT e disse que o atual “governo militar” rebaixou muito o Brasil em níveis de soberania. Sem contar com os vídeos que ela já fez, criticando os atos anti-PT que acontecem até hoje.

Outro advogado envolvido no pedido de afastamento do ministro é Alexandre Mendonça. No LinkedIn, dentre a experiência curricular do doutor, há vários compartilhamentos anti-bolsonaro.

whatsapp image 2022 11 17 at 14.44.51 (1)
No perfil, há críticas quanto à política econômica de Paulo Guedes e contra as manifestações pró-Bolsonaro.
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.