Bolsonaro diz que negocia ‘Auxílio Emergencial’ com o Senado e vê expectativa positiva

Manaus-AM | Por: Redação

O presidente Jair Bolsonaro e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), comentaram nesta segunda-feira (8) os debates sobre uma possível retomada do auxílio emergencial. Bolsonaro disse estar “negociando” o tema com ministros, e Pacheco afirmou ver “expectativa positiva” de um anúncio ainda nesta semana.

Os políticos não entraram em detalhes sobre o formato em estudo para o novo ciclo de benefícios – não citaram valores ou número de beneficiários, por exemplo.

“Estamos negociando com [os ministros] Onyx Lorenzoni [Cidadania], Paulo Guedes [Economia], Rogério Marinho [Desenvolvimento Regional], entre outros, a questão de um auxílio ao nosso povo, que está ainda em uma situação bastante complicada”, afirmou Bolsonaro em cerimônia no Palácio do Planalto.

“Sabemos que estamos, Paulo Guedes, no limite do nosso endividamento. Devemos nos preocupar com isso. Temos um cuidado muito grande com o mercado, com os investidores e com os contratos, que devem ser respeitados. Nós não podemos quebrar nada disso. Caso contrário, não teremos como garantir que realmente o Brasil será diferente lá na frente”, prosseguiu o presidente da República.

Já o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, falou sobre o tema em entrevista à GloboNews. Segundo o senador, a reunião na última semana com o ministro Paulo Guedes deixou claro que há uma “compreensão” no Ministério da Economia sobre a retomada dos pagamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em 2020, Arthur Neto gastou R$191 milhões em publicidade, aponta vereador Lissandro Breval

Dermilson Chagas denuncia guarita de meio milhão construída sem licitação por Amazonino Mendes

'Sem saúde, não há economia', diz Paulo Guedes sobre vacinação em massa