Wilson Lima pediu socorro a Pazuello e ao Exército 5 dias antes do colapso em Manaus

Manaus-AM- O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), fez pedido de socorro ao ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello e ao Comando Militar da Amazônia (CMA), sobre a “iminência de esgotamento” do oxigênio em Manaus cinco dias antes do colapso por falta do insumo. Mas os pedidos não foram atendidos a tempo.

Ofício assinado por Wilson Lima foi enviado a Pazuello em 9 de janeiro, alertando também para a “necessidade de resguardar a vida dos pacientes” no estado diante do “súbito aumento no consumo” de oxigênio durante o segundo surto do novo coronavírus (Covid-19).

Ofício enviado para o comandante do CMA, general Theophilo Oliveira, pedia ajuda para o transporte de tanques de oxigênio, em “caráter de urgência”.

Os documentos constam do inquérito da Polícia Federal (PF) que investiga crimes do ex-ministro da saúde.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ministro Gilmar Mendes completa 19 anos como membro do Supremo Tribunal Federal

STF emite nota de pesar pelas 500 mil mortes de Covid-19 no Brasil

Presidente do STM diz que oposicionistas “estão esticando demais a corda”