Pela 1ª vez, Congresso terá duas pessoas trans; conheça as eleitas

Erika conquistou a 8ª posição no seu Estado

BRASIL |

Pela primeira vez na história da política, o Congresso Nacional terá pessoas trans como parlamentar em sua composição. Duas deputadas federais foram eleitas, Erika Hilton (PSOL-SP), com 256 mil votos, e Duda Salabert (PDT-MG), com 208 mil votos. Quem são as eleitas? Erika Hilton exerceu seu primeiro cargo público como deputada estadual pela Bancada Ativista em 2018. Deixou o cargo para concorrer a uma vaga de vereadora em 2020. Foi eleita a primeira travesti da Câmara dos Vereadores de São Paulo.

Duda Salabert também foi a primeira vereadora trans de Belo Horizonte, e a mais votada da cidade, em 2020. Erika conquistou a 8ª posição no seu Estado. Já Salabert foi a terceira deputada mais votada de Minas.

Erika Hilton exerceu seu primeiro cargo público como deputada estadual pela Bancada Ativista em 2018. Deixou o cargo para concorrer a uma vaga de vereadora em 2020. Foi eleita a primeira travesti da Câmara dos vereadores de São Paulo. Duda Salabert também foi a primeira vereadora trans de Belo Horizonte, e a mais votada da cidade, em 2020.

Em sua rede social do Instagram, Erika comemorou dizendo que vai ter travesti preta eleita.

“Já dá pra dizer: TRAVESTI PRETA ELEITA! É FEDERAL! PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA!

Já Duda Salabert, disse que foi 1ª trans eleita do Congresso Nacional.

“Sou a 1ª Trans eleita do Congresso Nacional ! Sou a deputada federal mais votada da história de M.G! Mesmo com ataques de setores da esquerda, ataques dos ciristas, ameaças de morte da ultra direita, vencemos ! Muito obrigada M.G !”

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.