Site amazonense está entre os 10 selecionados no Brasil para programa do Google

O Imediato foi o único site da Região Norte do Brasil, escolhido entre centenas de publicações de toda a América Latina, para participar do programa de imersão em publicidade para produtores de conteúdo digitais

Manaus|AM

A World Association of News Publishers (Associação Mundial de Editores de Notícias – WAN-IFRA), organização global da imprensa mundial, que representa mais 3 mil editoras de notícias e empresários de tecnologia, em parceria com o Google, anunciou a lista oficial das 21 publicações da escolhidas, na América Latina, para participar do Google News Iniciative, Ad Revenue Lab (GNI) 2021. No Brasil, apenas dez publishers foram escolhidos, entre eles o site de notícias amazonense IMEDIATO. O anuncio foi feito na manhã desta sexta-feira (10).

Lançado em 2020, o Programa de Crescimento Digital da GNI em parceria com a plataforma Google, foi desenvolvido com especialistas da indústria e editores de notícias, em todo o mundo, para ajudar organizações de notícias de pequeno a médio porte a alcançarem o sucesso digital por meio de livros gratuitos, exercícios interativos, workshops digitais e laboratórios.

Confira o anúncio na integra

Google

O programa do Google identifica os destaques do setor de notícias, e se propõe a ajudá-los a desenvolver seus potenciais em vários níveis do conhecimento digital. “Soubemos da escolha há umas duas semanas, mas, a pedido da empresa, tivemos que guardar segredo até agora. Fomos escolhidos em uma rigorosa seleção que incluiu entrevistas e vasta análise do trabalho que realizamos”, revelou o jornalista Álvaro Corado, diretor da REDE NORTE DIGITAL e criador do IMEDIATO.

Com menos de 5 anos de existência e uma legião de fãs e seguidores em suas redes sociais, que ultrapassam a casa dos milhões, o site amazonense é o mais jovem da lista divulgada na abertura do programa, onde figuram grandes veículos da mídia nacional, como o tradicional ‘Carta Capital’, o ‘Diário do Nordeste’, principal publicação do estado do Ceará’, e o ‘ND+’, a maior audiência da atualidade de Santa Catarina.

A relação dos escolhidos conta, também, com os veículos: ‘BHAZ’, ‘campinhas.com.br’, Sistema Costa Norte, Sistema Sagres, ‘Ponte’ e o tradicional ‘O Tempo’, de Minas Gerais.

Google

Durante o programa de quatorze semanas, os participantes irão receber consultoria e suporte sob medida para desenvolver seu conteúdo digital e estratégia de distribuição, otimizar seus sites e tecnologias de publicidade, e estabelecer ou refinar um fluxo sustentável de receita de publicidade digital.

“Estamos extremamente animados em trabalhar com este grupo de editores para acelerar sua transformação digital. O aumento da receita de anúncios será o foco principal deste programa, mas também trabalharemos juntos para desenvolver novas habilidades e mentalidades para ter sucesso em um futuro digital”, disse Ben Monnie, diretor de Soluções de Parcerias Globais do Google.

“O ecossistema de mídia digital é complexo e desafiador para muitas médias e pequenas empresas de mídia na América Latina”, disse Rodrigo Bonilla, Diretor para as Américas da WAN-IFRA. “Este laboratório fornecerá ferramentas, percepções e orientações extremamente úteis para que as organizações de notícias aumentem a receita da publicidade digital e tenham uma presença digital mais robusta.

 

O PROGRAMA

Segundo a empresa, já foram investidos nessa iniciativa US $11 milhões em iniciativas globais, incluindo programas e parcerias abrangendo várias regiões, inovações de produtos, pesquisas e eventos globais da GNI.

“Por isso que esta conquista muito nos honra. Para nós, que nascemos aqui no Amazonas, estas coisas parecem impossíveis de alcançar. Isso abre portas no futuro para outros, e também vem coroar o esforço do jornalismo local que exercemos”, declarou Corado, lembrando que o site IMEDIATO completa 5 anos em janeiro de 2022.

Segundo ele, em março de 2020, o site foi também selecionado entre milhares de empresas de todo o mundo para receber um financiamento da multinacional, com o objetivo de manter as equipes trabalhando enquanto todo o comércio local fechou as portas, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Daquele momento em diante é que começamos a entender que o IMEDIATO estava transpondo barreiras geográficas, que o jornalismo local que realizamos é relevante, e visto como essencial por empresas como o Google”, destacou ele.

IMEDIATO
O site IMEDIATO é uma publicação que nasceu no Amazonas e é dedicado a produção de conteúdo jornalístico local, quase tudo ao vivo. De acordo com Corado, são 18 horas sem interrupções de cobertura jornalística que aparece na tela do usuário no momento em que o fato está ocorrendo, do local do acontecimento. Suas transmissões reúnem milhares de pessoas ao logo de todo dia.

No mês de agosto deste ano, por exemplo, suas publicações nas redes sociais alcançaram mais de 18 milhões de pessoas, o engajamento do público com seus conteúdos atingiu a impressionante marca de 11 milhões de interações, suas transmissões ao vivo geraram mais de 31 milhões de visualizações e suas reportagens no site renderam 1.2 milhões de visualizações auditada pelo Google Analytics.

SOBRE A WAN-IFRA
A Associação Mundial de Editores de Notícias, ou WAN-IFRA, é a organização global da imprensa mundial. A missão é proteger os direitos de jornalistas e editores em todo o mundo para operar a mídia independente.

É oferecido aos membros experiência e serviços para inovar e prosperar no mundo digital e desempenhar um papel crucial na sociedade. A WAN-IFRA obtém autoridade de sua rede global de 3 mil editoras de notícias e empresários de tecnologia, e a legitimidade de suas 60 associações de editores membros, representando 18 mil publicações em 120 países.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menezes retoma viagens pelo interior do Estado por Apuí

Denúncias contra Prevent Senior foram manipuladas, diz diretor na CPI

Governo do Estado atua em duas frentes para investigar casos suspeitos de rabdomiólise no Amazonas