Omar retira projeto que criminaliza prescrição de medicamento sem comprovação

Brasília-DF-  O presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz (PSD-AM), informou durante a reunião desta terça-feira (25) que pediu a retirada de seu projeto que criminaliza a recomendação de medicamentos ainda sem comprovação científica (PL 1.912/2021). O senador também criticou o presidente da República, Jair Bolsonaro, por ter postado a proposta nas redes sociais.

“Muitos profissionais de saúde me sugeriram por enquanto retirar esse projeto, visando a uma análise mais aprofundada. Eu sei fazer autocrítica quando acho que posso ter errado. Não faço “cavalo de batalha” após consultar profissionais de uma determinada área. Por isso, presidente Jair Messias, não perca seu tempo postando a proposta, porque pedi pra retirar bem antes da sua postagem.”, disse.

Aziz também recomendou que Bolsonaro use as redes sociais para incentivar a população a manter distanciamento social. E sugeriu que o presidente contate líderes mundiais em busca de mais vacinas.

“Use melhor seu tempo ligando para lideranças internacionais e trazendo vacinas para a população, use melhor seu tempo salvando vidas. Coloque no seu Twitter as recomendações sobre distanciamento social, ou alertando sobre a gravidade desta doença. Não desça tanto criticando um projeto que nem sequer tramita mais no Senado. Como político e cidadão, faço minha autocrítica e espero que ainda haja tempo, presidente, para que o senhor também faça a sua autocrítica. Dê menos prioridade à cloroquina e mais à vacinação desse povo.”, recomendou o senador.

 

*Agência Senado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TJAM suspende greve de sindicatos da Educação e autoriza desconto de dias não trabalhados

Capitão Alberto Neto exalta distribuição de vacinas contra o Covid-19 no Governo Bolsonaro

Wilson Lima anuncia que Amazonas vai distribuir absorventes para alunas em situação de vulnerabilidade social