Wilson Lima inicia movimentações visando reeleição ao Governo do Amazonas em 2022

Manaus | AM | Com informações de Audrey Bezerra  – Do Dia a Dia Notícias

O governador do Amazonas Wilson Lima (PSC) vem externando movimentações nos últimos dias que podem ser entendidas como ponto de largada para sua corrida à reeleição para próximo ano. Neste mês, ações importantes em parceria com a prefeitura de Manaus, ao lado de David Almeida, vem sendo fortalecidas, mudanças no secretariado e na composição da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), visitas intensificadas pelo interior do Estado, além de reuniões com vereadores de Manaus.

Essas movimentações indicam cada vez mais que Wilson é candidato natural à reeleição, embora ele não tenha confirmado. Wilson tem a máquina estadual para fortalecer a sua reeleição, ele é ficha limpa e conta ainda com o apoio de David Almeida e do vice-prefeito Marcos Rotta, além de 13 prefeitos no interior do Amazonas, todos do PSC.

Mudanças no secretariado

Na semana passada, o governador reuniu seu secretariado para realinhar ações das pastas do Executivo Estadual. A estratégia seria para dar mais visibilidade nas ações do governo, tanto na capital quanto no interior.

O governador fez mudanças em quatro pastas do executivo estadual. Mexeu na Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas), Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) e na Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar).

A ida da deputada estadual Alessandra Campelo para o comando da Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas) já foi confirmada. Ela assumiu no lugar de Maricília Costa.

O advogado Sérgio Litaiff Filho deixou o comando da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), órgão vinculado ao Sistema Sepror, que passa a ser dirigida pela ex-secretária-executiva da Seas, Michelle Macedo Bessa.

Sérgio Litaiff Filho, por sua vez, assume a empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) no lugar de Roselene Silva de Medeiros, que passa a responder pela coordenadoria-geral da Unidade Integrada de Articulação às Comunidades (Uiac), vinculada à Casa Civil do Governo do Amazonas. Roselene Medeiros fica no lugar que antes era de Miltinho Castro da Silva.

Completam as mudanças a troca de comando na Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar). Contador por formação pela Universidade Federal do Amazonas e com especialização em Gestão Pública pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Jorge Elias Costa de Oliveira assume no lugar de Roberto Augusto Tapajós Folhadela.

Mexida na Aleam

O estado, aos poucos, retoma a normalidade, e a crise vivida no Amazonas, que parecia ser um caos localizado, se reproduz em outros Estados do país. Embora o foco do governo do Amazonas ainda seja a pandemia, as movimentações do governador lançam luz sobre o horizonte eleitoral.

Ao retirar a deputada Alessandra Campêlo da Aleam, o governador acomoda mais um aliado do interior do Amazonas e oxigena o bloco governista no parlamento, acomodando Ângelus Figueira (DC). Por sua vez, este pode ajudar Wilson no interior, em Manacapuru, onde demonstrou na eleição passada grande liderança política.

Com o mesmo ato, sacode a Secretaria de Assistência Social (Seas) ao colocar Alessandra no comando da pasta.

A secretária Alessandra Campêlo se reuniu na sexta-feira (19), com o prefeito de Caapiranga Tico Braz, e vereadores do município.

Reunião com vereadores

Ainda na semana passada, Wilson Lima se reuniu com 14 vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM), todos da base aliada de David Almeida, seu aliado.

Em suas redes sociais o governador postou: “reuni hoje com vereadores da capital para ouvir as demandas que eles trazem de diversos segmentos e alinhar ações que beneficiem o povo de Manaus”.

Os movimentos ocorrem após atravessar o período mais turbulento de seu governo, a segunda onda da pandemia da covid-19 no Amazonas.

Já o encontro com os vereadores de Manaus mostra o olhar de Wilson Lima para a capital, que por muito pouco não lhe deu a eleição no primeiro turno em 2018, na disputa com Amazonino Mendes.

Visitas ao Interior

Outra movimentação de Wilson Lima são as viagens que está fazendo ao interior do Estado. Estas, segundo seus aliados, mostram que ele guardou boa musculatura nos municípios, mas que precisará redobrar as atenções com a capital.

Desde o início do seu mandato, Wilson Lima vem percorrendo e promovendo ações pelo interior do Amazonas. Estima-se que ele já tenha visitado mais da metade dos municípios do Estado.

Em reunião com prefeitos, Wilson Lima discute ações nas áreas da saúde, infraestrutura, segurança pública e educação

Fortalecido em 2020

Nas eleições de 2020, o PSC, sigla comandada pelo governador, elegeu 13 prefeitos das 61 prefeituras do interior do Amazonas.

Wilson não precisa se desincompatibilizar do governo para disputar a reeleição. No ano passado, ele não participou da campanha, mas aproveitou o momento para se dedicar ao fortalecimento do partido no interior do Estado.

O governador, de acordo com o levantamento feito no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), elegeu prefeitos nos municípios de Alvarães, Anamã, Apuí, Atalaia do Norte, Autazes, Boa Vista do Ramos, Caapiranga, Canutama, Humaitá, Itacoatiara, Maués, Novo Airão e Tapauá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Senadores Omar, Plínio e Braga votaram a favor da criação da CPI da Covid-19

AO VIVO | Saiba quais ministros do STF votaram contra a liberação de cultos e missas na pandemia

Roberto Cidade autorizou o gasto de mais de R$ 12 milhões com contratos na Aleam