Wilson Lima afirma que nunca teria rejeitado qualquer tipo de ajuda no combate à Covid-19

Ao 'Estadão', o governador Wilson Lima afirmou que nunca rejeitou qualquer tipo de ajuda do governo federal no que diz respeito ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus

Manaus | AM

Após as acusações do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuelleo, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, nesta quinta-feira (20), de que o Governo do Amazonas seria o responsável pela crise de oxigênio no Estado, o governador Wilson Lima afirmou, ao jornal ‘Estado de S. Paulo’ que “sempre pediu a colaboração federal” e salientou que nunca teria rejeitado “qualquer tipo de ajuda relacionada às ações de enfrentamento à Covid-19”.

Em nota, Wilson Lima disse que o “Governo do Amazonas sempre pediu a colaboração federal para auxiliar no combate à pandemia” e que “esse apoio foi ampliado com a instalação do Comitê de Resposta Rápida, formado por representantes do Governo do Estado, Governo Federal e Prefeitura de Manaus, para enfrentar a crise que se agravou no Amazonas no início de janeiro de 2021”.

Ainda em sua defesa, Wilson destacou que informou ao ex-ministro da Saúde, por telefone, no dia 7 de janeiro, a situação da crise de oxigênio no Amazonas. Porém, na CPI, Pazuello declarou que só foi comunicado sobre o fato no dia 10 de janeiro, em reunião presencial com autoridades locais.

“A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) informou ao Ministério da Saúde sobre o assunto no dia 7 de janeiro. A comunicação foi feita por telefone, ao ministro Eduardo Pazuello”, reforçou Lima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parlamentares repercutem pedido de desculpas da deputada Joana Darc

Witzel afirma que foi cassado por investigar morte de Marielle Franco

Joana Darc suspende licença e pede desculpas aos deputados sobre suposta compra de votos para eleger o presidente da ALEAM