Wilson Lima acaba de tomar de Josué Neto o comando do PRTB no Amazonas

O novo presidente estadual do partido, Nilmar Oliveira, disse que, a partir de agora, o PRTB está de portas abertas para quem quiser entrar e para quem quiser sair

Manaus | AM

Em uma demonstração de força e movimentando o cenário político local, o governador Wilson Lima tirou o comando do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), no Amazonas, das mãos do atual presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), deputado Josué Neto.

A reunião entre o pastor e doutor em Economia pela Universidade Católica de Brasília (UCB), Nilmar Oliveira, que assume como presidente do partido no Estado, e Levy Fidelix, fundador do PRTB acabou de selar o acordo, em Brasília, nesta segunda-feira (7).

Por telefone e em conversa com a equipe do site O PODER, o novo presidente estadual ressaltou que já vinha conversando com o presidente nacional e boa parte do convite se deve a sua votação expressiva, em 2014, quando se candidatou a deputado federal, obtendo 49 mil votos.

“Uma conjunção de fatores culminou para esse momento. Me sinto muito honrado pelo convite e extremamente desafiado”, disse ele, salientando que o PRTB passa a ter como lema ‘A renovação já começou’, e buscará mais representatividade, na Câmara Federal. O partido é o mesmo do vice-presidente da República, Hamilton Mourão.

Nilmar destacou, também, que, a partir de agora, o PRTB está de portas abertas para receber novos filiados e também deixar sair aqueles que não se sintam confortáveis. Isto porque dois dos maiores opositores do governador Wilson Lima – os deputados Josué Neto e Fausto Jr., que era o presidente municipal – estavam a frente da sigla.

Questionado se com essa mudança os dois parlamentares teriam que seguir a ‘nova cartilha’ do PRTB, Nilmar disse que sim e, caso tenha divergência, ambos poderão sofrer algum tipo de sansação. “Sou aliado de primeira linha do governador Wilson Lima. Dada a postura política diante do fato que sou o novo presidente, alguns tendem a ficar e outros não. Não expulsei ninguém. Mas o partido está de portas abertas para quem quer entrar e também para quem quer sair. Quem quiser pode sair”, ressaltou ele, lembrando que em 2021 será colocado em prática um programa de filiação.

Ainda sobre o novo presidente municipal, ele se limitou a dizer que será conhecido, nesta terça-feira (8).

*Matéria atualizada às 19h58 para acréscimo de informação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diretora-Presidente da FVS-AM morre em decorrência da Covid-19

Em menos de 24h, processo seletivo para o gabinete de Amom já tem mais de 5 mil pré-inscrições

População terá mais ônibus em horário de pico em Manaus, após pedido de vereador