Wilker Barreto faz viagem de R$ 17,5 mil para Barcelos com dinheiro do ‘Cotão’

A empresa contratada por Wilker Barreto, a Cleiton Táxi Aéreo, já recebe uma verba da Assembleia Legislativa do Amazonas, para que deputados se desloquem para qualquer município do interior do Estado

Manaus | AM

Uma viagem de barco para o município de Barcelos (a 401 quilômetros de distância da capital) custa, em média, R$ 150. Já um deslocamento feito em voo comercial, varia entre R$ 720 e R$ 1,2 mil. No entanto, em dezembro de 2020, o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) conseguiu gastar, em uma única viagem, R$ 17.500 para o mesmo município em voo fretado com dinheiro da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP), o ‘Cotão’.

A viagem se torna ainda mais ‘interessante’ quando o Portal da Transparência aponta que a empresa contratada pelo deputado estadual, a Cleiton Táxi Aéreo, já recebe mensalmente uma verba da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), para que os deputados se desloquem para qualquer município do interior do Estado.

Em suas redes sociais, Wilker não registrou a visita ao município. Seu único registro no interior do Amazonas, naquele mês, é um vídeo feito, aparentemente, no município de Manaquiri (a 60 quilômetros de distância de Manaus), e é datado de 6 dezembro, logo após sua derrota nas Eleições de 2020, quando saiu candidato a vice-prefeito de Manaus, na chapa encabeçada por Amazonino Mendes (Podemos).

Oposicionista

Wilker, que neste ano reclamou do uso de jatinho executivo pelo governador Wilson Lima, não explicou como gastou mais de R$ 15 mil para ir até Barcelos. O parlamentar, que também tece críticas ao atual governo, não questiona Amazonino Mendes que, no passado, gastou mais de R$ 4 milhões com viagens em jatinhos e fretamento em aeronaves pagos com o dinheiro dos cofres públicos do Estado.

Fretamento aéreo

Já o deputado Dermilson Chagas (Podemos), fez uma viagem que custou R$ 14 mil até a cidade de São Gabriel da Cachoeira, por meio da Tavam Táxi Aéreo Vale do Madeira. O parlamentar poderia ter usado as aeronaves que são disponibilizadas pelo Poder Legislativo, entretanto, preferiu gastar o dinheiro do ‘Cotão’ da ALEAM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tony Medeiros assume presidência da Comissão de Turismo na ALEAM

MP-AM quer retorno seguro às aulas no município de Manaquiri

Governo do AM divulga lista de membros do Conselho Curador da UEA