Viagens e contratação de jatinhos de Arthur Neto não constam no Portal da Transparência da Prefeitura de Manaus

Porém, ao longo de 8 anos, o ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto, viajou para Colômbia, Tailândia, Alemanha e diversas cidades brasileiras

Manaus | AM

Ao longo de 8 anos, o ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto, teria viajado apenas duas vezes, de acordo com informações contidas no Portal da Transparência do município. Essas viagens ocorreram, em 2019, e geraram duas diárias no valor de R$ 9.204,79. Porém, levantamento feito pelo site O PODER, aponta que o ex-chefe do Executivo Municipal viajou inúmeras vezes de 2013 a 2020, inclusive para o exterior, e tais deslocamentos foram omitidos tanto do Portal da Transparência quanto do Diário Oficial do Município (DOM).

Em novembro de 2017, por exemplo, Arthur Neto esteve em Bangkok, na Tailândia, participando de uma reunião para discutir ações do programa ‘Cidades Resilientes’, do Banco Mundial. Na comitiva do prefeito estavam a ex-primeira-dama e ex-presidente do Fundo Manaus Solidária (FMS), Elisabeth Valeiko Ribeiro; o ex-secretário de Finanças (Semef), Lourival Praia; o ex-diretor-presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Claudio Guenka e ex-secretário de Comunicação (Semcom), Eric Gamboa.

arthur neto
O ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto, na Colômbia (Imagem: Divulgação)

Ainda em novembro de 2017, Arthur esteve na Alemanha durante a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP23), devidamente acompanhado da ex-primeira-dama e ex-presidente do Fundo Manaus Solidária, do ex-secretário municipal de Limpeza Urbana e do ex-secretário municipal de Comunicação.

arthur neto
O único registro da viagem a Tailândia encontrado é do ex-Semcom, Eric Gamboa (Imagem: Divulgação)

Também em 2017, mais precisamente no mês de janeiro, Arthur Neto esteve na Colômbia para conhecer os modais de transporte daquele país. Na ocasião, estiveram com o ex-prefeito, o ex-superintendente municipal de Transportes Urbanos, Audo Albuquerque; o ex-diretor-presidente do Manaustrans, Franklin Pinto; o ex-secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Antônio Nelson, além dos vereadores Chico Preto e Rosivaldo Cordovil.

arthur neto
Viagens de Arthur Neto a Brasília (Imagem: Divulgação)

Segundo o Portal da Transparência, as duas diárias que somam o valor de R$ 9.204,79 são referentes a duas viagens feitas a Brasília, em abril e maio de 2019, para participar de um seminário do Correio Brasiliense sobre a importância da Zona Franca de Manaus (ZFM) e uma reunião com o ex-ministro da Justiça e Segurança, Sergio Moro. Porém, seu deslocamento é uma incógnita.

Novo coronavírus e jatinho

Para completar ainda mais a situação misteriosa, quando o ex-prefeito e a ex-primeira-dama ficaram doentes por conta do novo coronavírus (Covid-19), o casal fretou um jatinho e seguiu para o estado de São Paulo. Lá, os dois foram tratados em um dos hospitais mais caros do País, o Sírio Libanês. As diárias e o valor do aluguel do jatinho também não estão disponibilizados no Portal da Transparência, mas a situação foi amplamente divulgada pela imprensa local.

arthur neto
Arthur Neto, com o novo coronavírus e em jatinho, indo buscar tratamento em São Paulo (Imagem: Divulgação)

Silêncio

O atual deputado estadual Wilker Barreto (Podemos), que neste mês, teceu críticas ao governador Wilson Lima (PSC) por uso de um jatinho e representou na Justiça do Amazonas contra o gestor, ficou em silêncio sobre os alugueis de Arthur Neto quando era vereador e presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), no período de 2015 a 2018.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos pelo Brasil

Governo federal cria programa para expandir telecomunicações na Amazônia

Cartórios eleitorais do interior do AM voltam a atender presencialmente