Suspensões de energia durante a pandemia são debatidas pela Comissão de Defesa do Consumidor da CMM

Manaus | AM

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Manaus (CMM) realizou nesta sexta-feira (26), uma Audiência Pública para tratar das denúncias de suspensões indevidas do fornecimento de energia, por parte da Amazonas Energia durante a pandemia.

Um dos requerentes da reunião no Poder Legislativo, o vereador Lissandro Breval (Avante) disse que é muito importante esse diálogo da Comissão de Defesa do Consumidor com as empresas, que ultimamente são objeto de ações.

“Quanto a questão de energia são centenas de reclamações diárias, que nós recebemos aqui. Não entendi quando o Dr. Raydr falou em sofrimento, pois sofrimento é quem precisa da energia, quem está com três filhos doentes em casa, quem tá com marido, que está com Covid”, destacou o parlamentar.

Conforme o vereador o presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da CMM, vereador Márcio Tavares (Republicanos), essa foi a primeira reunião sobre o assunto voltado aos cortes de energia elétrica, mas ocorrerão outras audiências públicas para debater sobre os problemas da população.

O vice-presidente da Amazonas Energia, Raydr Oliveira afirmou que o papel da concessionária é se preocupar com o cliente. Segundo ele, aquele que todos os meses recebe uma fatura e que a Amazonas Energia tem obrigação de atender. “A nossa preocupação como empresa é em foco do cliente. Uma coisa eu quero deixar muito claro, a Amazonas Energia não desrespeita ou desobedece a lei, a gente vai cumprir rigorosamente aquilo que estiver determinado”, disse.

Segundo Maurílio Brasil, representante do Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM), o órgão, infelizmente, tem recebido reclamações de interrupção de fornecimento de energia elétrica. “Como nós temos um procedimento legal a seguir. Nós encaminhamos ao setor de fiscalização para confirmação, abertura do processo administrativo e muitas vezes encaminhado pela Delegacia do Consumidor, sempre estamos fiscalizando essa situação e estamos a disposição de todos para prestar qualquer esclarecimento”, frisou.

A audiência pública contou com a participação dos vereadores Wallace Oliveira (Pros), Professora Jacqueline (Podemos), Yomara Lins (PRTB), Amon Mandel (Podemos), William Alemão (Cidadania), Dr. Eduardo Assis (Avante), diretor-presidente do Instituto de Pesos e Medida do Amazonas (Ipem-AM), engenheiro Márcio André Brito, representantes da Ordem dos Advogados do Brasil Secção no Amazonas (OAB-AM), da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Consumidor, da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) e da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

David Reis diz que vereadores decidirão se licitação das 41 pick ups vai continuar na CMM

Bolsonaro afirma que Governo Federal zerou impostos de medicamentos

Marcelo Ramos afirma que aumento do IOF é uma maldade com o povo brasileiro