Suframa planeja calendário das próximas ações para o desenvolvimento da Amazônia

A comitiva da Suframa esteve em solo paulista para divulgar o modelo Zona Franca de Manaus, atrair investimentos e induzir o desenvolvimento socioeconômico e sustentável

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

A extensa programação de atividades desempenhada pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), em São Paulo, entre os dias 8 e 10 de novembro, foi mais uma ação realizada pela autarquia com o intuito de reforçar e diversificar as indústrias do Polo Industrial de Manaus (PIM), promover a bioeconomia, divulgar o modelo Zona Franca, atrair investimentos e induzir o desenvolvimento socioeconômico, sustentável e includente de toda a sua área de abrangência (Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima e municípios de Macapá e Santana, do Amapá).

A comitiva foi liderada pelo superintendente Algacir Polsin e composta, ainda, pelo superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Manoel Amaral; pelo gestor do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), Fábio Calderaro; pela coordenadora geral de Estudos Econômicos e Empresariais, Ana Maria Souza; e pelo coordenador geral de Gestão Tecnológica, Rafael Gouveia, entre outros servidores e pesquisadores.

Também colaboraram com as ações da comitiva o general de Brigada José Fernando Iasbech e o representante da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas (Sedecti), Jeibi da Costa.

A programação foi iniciada na segunda-feira (8) pela manhã com reuniões e visitas técnicas em laboratórios da Universidade de São Paulo (USP). O objetivo principal foi conhecer práticas inovadoras em projetos nas áreas de Energias Renováveis, Bioeconomia, Infraestrutura e Logística, entre outras, que possam ser replicadas em favor do desenvolvimento de municípios da Amazônia.

Na ocasião, os representantes da Suframa também conheceram o trabalho do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) Open Experience, unidade localizada dentro do campus da USP e que conta com centenas de pesquisadores das mais diversas áreas do conhecimento atuando em 34 laboratórios na estruturação de projetos de alta complexidade tecnológica.

Na parte da tarde, além de visita à B3 S/A – bolsa de valores oficial do Brasil –, com o intuito de captar subsídios para a elaboração de uma proposta para conexão, desenvolvimento e viabilização do mercado financeiro e de capitais da região, a comitiva da Suframa também participou de reunião na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), onde fez uma apresentação sobre o modelo Zona Franca de Manaus e buscou fortalecer relações com as indústrias de São Paulo, estado que é o maior fornecedor de insumos para a área incentivada controlada pela Autarquia.

Benchmarking 

Na terça-feira (9), as atividades tiveram como foco principalmente o benchmarking para projetos relacionados aos eixos de planejamento e comunicação estratégica, bioprodutos e alimentos, bioeconomia, saúde e tecnologia. Na parte da manhã, também no campus da USP, a comitiva da Suframa conheceu o trabalho do Centro de Pesquisa e Inovação Inova USP, bem como visitou a Escola Politécnica da USP, o Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia (Cietec) e o Instituto de Energia e Ambiente. Já na parte da tarde, visando a conhecer projetos pioneiros nas áreas de telemedicina e inovação, a comitiva visitou as instalações do Hospital Israelita Albert Einstein.

A programação de atividades foi encerrada nesta quarta-feira (10) com ações de articulação na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) e visitas ao Hospital Sírio Libanês e ao banco Banking and Trading Group (BTG) Pactual. Neste último, o objetivo principal da comitiva foi identificar diretrizes para o desenvolvimento de uma plataforma educacional que fomente a cultura de investimentos na região, bem como incentive a elaboração de projetos de responsabilidade social e ambiental.

Prospecção

De acordo com o superintendente da Suframa, Algacir Polsin, a viagem de prospecção a São Paulo alcançou os objetivos propostos de forma bastante satisfatória e vem somar-se a uma série de outras ações nas quais a Suframa está se envolvendo com o intuito de fomentar o ambiente de negócios da sua área de atuação, entre as quais destacam-se, por exemplo, a colaboração para a realização de seminários sobre mineração sustentável e logística na Amazônia, previstos para os meses de novembro e dezembro, respectivamente; a organização da 301a Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Suframa, em Boa Vista (RR), prevista para 3 de dezembro; novas viagens de prospecção na região Sul do País; participação dos estados da Amazônia Ocidental na Expodubai, em março de 2022; e ações de integração com órgãos atuantes em diversas frentes.

“Buscamos nesta viagem não apenas reunir conhecimentos estratégicos sobre as principais iniciativas e projetos tecnológicos que vêm sendo desenvolvidos no Estado de São Paulo, mas também apresentar o conjunto consistente de ações que vêm sendo realizadas pela Suframa e que estão colaborando para que a Zona Franca de Manaus se fortaleça e mantenha sua capacidade de atrair investimentos e de fomentar cada vez mais a geração de emprego e renda na região”, avaliou Polsin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deputado Jalser Renier usa tribuna da ALE-RR para atacar colegas por suposta prática de 'gafanhotagem'

Wilson Lima e David Almeida assinam convênios de R$ 30 milhões para reformar 29 feiras e construir contenções de erosões

Lula afirma que está esperando decisão de filiação de Alckmin para definir possível aliança