Sob gestão de Roberto Cidade, ALEAM gasta R$ 2 milhões em publicidade em dois meses; aumento é de 65%

Os gastos de Roberto Cidade representam um crescimento de 65,7% se comparado com o mesmo período do ano passado, quando foi pago R$ 1.237 milhão

Manaus | AM | Revista Cenarium

A Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) gastou R$ 2.050.250 milhões com publicidade e propaganda nos meses de fevereiro e março deste ano, os primeiros 60 dias do deputado estadual Roberto Cidade (PV) como presidente da Casa, de acordo com matéria publicada pela ‘Revista Cenarium’.

Os gastos representam um crescimento de 65,7% se comparado com o mesmo período do ano passado, quando foi pago R$ 1.237 milhão. As informações constam no Portal da Transparência do Governo do Amazonas. A diferença do valor pago a mais em publicidade e propaganda pelo Legislativo Amazonense é de R$ 813.250 mil.

roberto cidade

roberto cidade

Apenas em fevereiro deste ano, os gastos aumentaram 114% em relação ao mesmo período do ano passado, saindo de R$ 399 mil, quando o presidente da Casa era Josué Neto, para R$ 854 mil na gestão de Roberto Cidade. Em março de 2021, também foi observado um aumento de 42%. O novo presidente da ALEAM gastou R$ 1.196.250 milhão com publicidade e propaganda contra R$ 838 mil, em 2020.

Posse

O deputado estadual Roberto Cidade (PV) tomou posse no dia 1º de fevereiro como presidente da ALEAM para o biênio 2021/2022. Além de Cidade, outros dez deputados tomaram posse da nova Mesa Diretora: Josué Neto (Patriota), até então como 1° vice-presidente; Mayara Pinheiro (PP), 2° vice-presidente; Adjuto Afonso (PDT), 3° vice-presidente; Delegado Péricles (PSL), secretário-geral; Álvaro Campelo (PP), 1° secretário; Sinésio Campos (PT), 2° secretário; Fausto Júnior (PRTB), 3° secretário; Felipe Souza (Patriota), ouvido; e Therezinha Ruiz (PSDB), corregedora.

Nota

Por meio de nota, a ALEAM informou que a estimativa dos contratos dos serviços de comunicação da Casa é anual. “Não existe um valor fixo específico mês a mês, o que pode provocar variáveis nos comparativos mensais com o ano anterior. O que importa é que o valor anual final gasto fique dentro do valor estimado da contratação”.

A nota da assessoria acrescenta, ainda, que, em 2020, no período de janeiro a março, a ALEAM pagou por serviços de comunicação contratados o valor de R$ 2.778.312,63. Em 2021, ainda não foram atualizados no site da Transparência da Casa, os valores de março, mas foram pagos, de janeiro e fevereiro, R$ 1.555.327,30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos pelo Brasil

Governo federal cria programa para expandir telecomunicações na Amazônia

Cartórios eleitorais do interior do AM voltam a atender presencialmente