PSD: Lulista no Amazonas, Bolsonarista em São Paulo

Partido do senador Omar Aziz vai apoiar o presidenciável petista em nível local, mas estará no palanque do bolsonarista Tarcísio de Freitas em São Paulo

MANAUS | AM

O PSD, Partido Social Democrático, poderia ser facilmente chamado de Partido Sem Direção, sobretudo nas eleições deste ano. Integrante do Centrão – bloco partidário fisiológico que se move ao sabor de conveniências – a sigla presidida pelo senador Omar Aziz no Amazonas vai apoiar Lula (PT) no Estado, mas fechou aliança com o bolsonarista Tarcísio de Freitas (Republicanos) em São Paulo. O ex-ministro da Infraestrutura é pré-candidato ao Governo paulista.

Internamente, há divergências em relação aos rumos que o PSD deve tomar nas eleições deste ano. Em consulta interna no início de maio, nove diretórios estaduais defenderam que a sigla tenha candidatura própria a presidente da República, o que consequentemente influencia na formação dos palanques estaduais.

Amazonas e Bahia defendem apoio a Lula e o diretório do Ceará quer apoiar Ciro Gomes (PDT).

Em Minas Gerais, o PSD terá o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, como candidato ao Governo. E ele é um fiel apoiador de Lula, que inclusive esteve no evento de lançamento da pré-campanha do mineiro. Foi nesse evento que deputado federal amazonense Marcelo Ramos, que é integrante da legenda, posou para foto fazendo um “L” de Lula.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.