Prefeitura de Presidente Figueiredo e Empresa discutem transição da administração pública da Vila de Balbina

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

Na manhã desta sexta-feira (18), a Prefeitura de Presidente Figueiredo se reuniu com a diretoria da Associação de Moradores da Vila de Balbina (AMVIB) para discutir o processo de transição da administração da vila para a Prefeitura, pois mesmo fazendo parte do município, Balbina desde sua criação é administrada pela empresa Amazonas GT, antiga Eletronorte.

Na reunião estavam presentes além da Prefeita de Presidente Figueiredo, Patrícia Lopes (MDB), o Vice-Prefeito Anderson Leal, o presidente da AMVIB, Jorge Figueiredo, a Diretora da Escola Estadual, e demais líderes comunitários. Foi debatido também sobre os estudos de viabilidade para ocupação da área desativada e a implantação do Programa Casa Verde e Amarela, administrado pelo Governo Federal.

Já nesta nova administração, houve uma primeira reunião com os Diretores da Amazonas GT, onde foi afirmado por parte deles que a empresa está totalmente à disposição do município para que essa transição seja feita da melhor forma possível, e que seja concluída em até 3 anos (no ano de 2023).

Atualmente, o Executivo Municipal já administra a escola Municipal de Balbina, o posto de saúde, a representação da Prefeitura, a creche municipal, o clube social Atroari e a Guarda Municipal.

Segundo o presidente da AMVIB, Jorge Figueiredo, é necessário convergir para não divergir sobre este assunto, que envolve a vida de várias famílias que moram em Balbina. “Viemos reunir com a Prefeita para que possamos encontrar soluções viáveis no que diz respeito a transição das terras e das casas da Vila de Balbina para a Prefeitura de Presidente Figueiredo, pois observamos que o processo caminhou de forma indiferente na administração anterior, e viemos colocar a prefeita a par de toda a situação, para que possamos caminhar juntos, haja vista que ela foi muito positiva conosco”.

A Prefeita Patrícia Lopes afirmou que está em diálogo com a Diretoria da empresa Amazonas GT: “Eu e nosso Vice-Prefeito Anderson Leal já abrimos diálogo com a empresa Amazonas GT, e estamos buscando soluções para que futuramente o município assuma o custeio, a organização e para que possamos adequar inclusive o orçamento do executivo, já englobando futuros investimentos do Município e do Estado na Vila de Balbina.

Segundo Patrícia Lopes, a previsão é que até o ano de 2023 essa transição seja feita de forma gradativa, e que toda a administração da Vila de Balbina seja incorporada ao Executivo Municipal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Senadores Omar, Plínio e Braga votaram a favor da criação da CPI da Covid-19

AO VIVO | Saiba quais ministros do STF votaram contra a liberação de cultos e missas na pandemia

Roberto Cidade autorizou o gasto de mais de R$ 12 milhões com contratos na Aleam