Prefeitura de Borba gasta R$ 63 mil com pães e roscas para alunos, mas aulas no município estão suspensas

A nota fiscal no valor de R$ 63 mil foi emitida no dia 4 de setembro deste ano, por Antônio Francione Ribeiro dos Santos, proprietário da Mercearia e Panificadora Babalu e pré-candidato a vereador no município

Manaus | AM

A Prefeitura de Borba adquiriu, recentemente, 4.500 quilos de pão francês e 4.500 quilos de roscas comestíveis. A compra, que custou aos cofres públicos R$ 63 mil, tecnicamente, seria destinada aos alunos da rede municipal de ensino, conforme denúncia recebida pelo site O PODER, porém, as aulas na cidade estão suspensas por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A nota fiscal, também obtida pelo O PODER, foi emitida no dia 4 de setembro deste ano, por Antônio Francione Ribeiro dos Santos, proprietário da Mercearia e Panificadora Babalu, registrada sob o CNPJ 07.676.740/0001-91, criada em 2005 e localizada na Avenida Sete de Setembro, naquele município.

Veja nota fiscal emitida no valor de R$ 63 mil, por pães e roscas destinadas aos alunos da rede municipal

Ainda de acordo com a denúncia, Antônio Francione, também conhecido como ‘Babalu’, seria pré-candidato a vereador, em Borba, e estaria com apoio do atual prefeito da cidade, Simão Peixoto Lima, que busca a reeleição.

O PODER entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura do município, por meio do telefone (92) 98428-44XX, para saber a destinação correta do alimento, bem como o motivo da compra, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

 

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mídia nacional repercute declaração de Bolsonaro sobre Alfredo Menezes

Coligação 'Aliança por Manaus' promove adesivaço e carreata

Carlos Almeida perde, no STJ, ação contra o Tribunal de Justiça do Amazonas