Mourão cobra transparência do TSE

Em viagem a Portugal, ele disse que são necessárias mais garantias do TSE de que as eleições transcorreram normalmente

Hamilton Mourão (Republicanos), vice-presidente da República, cobrou mais transparência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em viagem a Portugal, ele disse que são necessárias mais garantias do TSE de que as eleições transcorreram normalmente. A declaração foi feita na quarta-feira (23).

“Não basta, pura e simplesmente, respostas lacônicas do nosso Tribunal Superior Eleitoral no sentido de contestar eventuais, vamos dizer assim, denúncias ou argumentações sobre o processo de votação”, comentou o vice-presidente. Ele ainda acrescentou que a Corte eleitoral foi “parcial nesse jogo”.

Mourão ainda cobrou mais transparência no processo eleitoral. “Há, no Brasil, uma parcela da nossa sociedade que considera que o processo tem problemas”, apontou. “E eu, de minha parte, vejo que precisamos ter que dar mais transparência nesse processo”, concluiu.

Moraes nega pedido do PL

O partido de Jair Bolsonaro (PL) contratou uma assessoria técnica do Instituto Voto Legal (IVL) para analisar as eleições no segundo turno. O IVL fez um relatório apontando “inconsistências” em cinco modelos de urnas: 2009, 2010, 2011, 2013 e 2015.

Protocolado na segunda-feira 21, o documento só foi divulgado no dia seguinte. Os modelos em questão somam quase 280 mil equipamentos.

*Com informações da Revista Oeste

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.