‘Medida de absurda insensibilidade’, diz Marcelo Ramos sobre aumento do orçamento para militares

Manaus | AM

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), usou suas redes sociais para repudiar a medida que prevê aumento no orçamento do Ministério da Defesa para 8,17 bilhões, sendo quatro vezes maior que a Saúde de apenas 1,2 bilhões.

Segundo Marcelo Ramos, o país está numa das fases mais difíceis da pandemia de Covid-19 e para ele a medida é absurda. “Num país com 300 mil mortos por Covid-19, com mais de 700 mil micro e pequenas empresas fechadas, com 14 milhões de desempregados aumentar para 8,17 bilhões (4X o investimento em saúde) o orçamento de investimento da Defesa é medida de absurda insensibilidade.“, disparou o parlamentar.

Além disso, os militares são a única categoria que deve ser contemplada com reajuste, o que deve consumir outros R$ 7,1 bilhões dos cofres públicos, enquanto todo o restante do funcionalismo está com o salário congelado até dezembro.

Ainda segundo Ramos, as Forças Armadas deveriam se levantar contra essa medida para tentar proteger sua população. “Após todos os brasileiros estarem protegidos do Covid-19 e o país voltar a alguma normalidade econômica, aí sim podemos falar em comprar submarino nuclear ou aviões caças. É só uma questão de prioridades!”, finalizou o parlamentar.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AO VIVO | Saiba quais ministros do STF votaram contra a liberação de cultos e missas na pandemia

Roberto Cidade autorizou o gasto de mais de R$ 12 milhões com contratos na Aleam

Veja quais foram os ministros do STF que votaram contra a liberação de cultos e missas