Marcelo Ramos desmente ‘fake news’ e pede à juíza federal prioridade na vacinação para policiais civis e militares

Manaus | AM

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), usou suas redes sociais para desmentir a informação de que ele seria contra a priorização de vacinas contra Covid-19 para servidores da Segurança Pública, segundo o parlamentar, que usou suas redes sociais para esclarecer a desinformação, ele é a favor da prioridade da vacinação para forças armadas.

Segundo Ramos, em grupos de WhatsApp as informações que estão circulando são de que o vice-presidente seria contrário a priorização das forças policiais, mas quem está realmente contra a imunização do grupo é, segundo ele, a Defensoria Pública da União (DPU).

“Os meus pedidos não tem nada a ver com vacinação de policiais. Tenho um pedido para controle de estoque da vacina para evitar fraude e um outro pedido para vacinação de idosos que estão internados”, afirmou Ramos.

Para controlar as ‘fake news’ que estão espalhando sobre o parlamentar, ele, neste sábado (27), apresentou uma petição contestando o pedido da DPU e solicitando da juíza federal Jaiza Fraxe, da 1ª Vara Federal Cível do Amazonas, que confirme a vacinação de policiais civis e militares.

“Eu espero que hoje até o final do dia já tenha o despacho da juíza Jaiza Fraxe confirmando a vacinação de vocês”, determinou Marcelo Ramos.

Desde o início das denúncia dos casos de ‘fura filas’ na campanha de vacinação contra a Covid-19, Ramos protocolou um pedido para ser Amicus Curae quanto aos processos – uma figura que acompanha todas as ações previstas dentro do processo – para acompanhar de perto os trâmites da justiça.

A petição do deputado entrou em trâmite neste sábado (27) e aguarda a apreciação da juíza federal para que conceda a prioridade na vacinação das forças militares. Confira o documento e o vídeo abaixo.

PROCESSO 1000984-67.2021.4.01.3200 – AÇÃO CIVIL PÚBLICA CÍVEL – Manifestação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MPAM pede condenação de três pessoas envolvidas em crime de sequestro na Capital do AM

Em depoimento tenso, Wagner Rosário nega omissão da CGU no caso Covaxin

Saullo Vianna vai denunciar pane mecânica em avião da Voepass à Anac