Josué Filho pede aposentadoria e Josué Neto pode assumir a vaga do pai

Como já havia sido adiantado pelo site O PODER, agora, o deputado Josué Neto, pode ser o próximo conselheiro do TCE-AM

Manaus | AM

Quatro meses antes de completar 75 anos, o ex-presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Josué Filho, deu entrada no pedido de aposentadoria compulsória das atividades na Corte de Contas em razão da idade, a contar de 5 de abril de 2021.

Como já havia sido adiantado pelo site O PODER, agora, o deputado Josué Neto, pode ser o próximo conselheiro do TCE-AM. De acordo com as normas internas da Corte de Contas, essa vaga é destinada à Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM). Porém, até então, a aprovação depende do governador Wilson Lima.

‘Foi negociada a vaga do TCE, a vaga do governador e a presidência da ALEAM’, afirma Alessandra Campêlo

Além disso, esta seria a primeira vez que o TCE-AM teria um ‘caso’ de dinastia, no qual a vaga passaria de pai para filho. O salário de conselheiro da Corte de Contas é um dos mais altos do Estado e o cargo é vitalício. Atualmente, José Neto tem 45 anos e poderia ficar como conselheiro até 75 anos.

Josué Neto prepara nova manobra para se tornar membro do TCE-AM antes do recesso

O pedido de Josué Filho foi tornado público pelo presidente da Corte de Contas, conselheiro Mario de Mello, durante a pauta da 42ª Sessão Ordinária do Tribunal Pleno (35ª sessão virtual), nesta quarta-feira (16).

Pedido de aposentadoria apresentado pelo conselheiro Josué Filho (Imagem: Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presidente do STF pede união dos Poderes para conter crise no Amazonas

Braga é desafiado a doar salário para comprar oxigênio e acusado de tentar usar politicamente crise no AM

Joana Darc diz que doará todo seu salário para compra de oxigênio para hospitais públicos