Em 2020, Arthur Neto gastou R$191 milhões em publicidade, aponta vereador Lissandro Breval

De acordo com o vereador Lissandro Breval, novos relatórios e mais detalhados sobre as despesas com publicidade, na gestão Arthur Neto, foram solicitados à Semef

Manaus | AM

Em 2020, mesmo com a pandemia, o ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), gastou R$ 191 milhões em publicidade, segundo o vereador Lissandro Breval (Avante), que é presidente da Comissão de Finanças, Economia e Orçamento (CFEO), da Câmara Municipal de Manaus (CMM). O montante é 21,59% do valor das despesas realizadas com a Saúde no município. A informação foi publicada pelo site Dia a Dia On-Line.

Lissandro teve acesso ao relatório resumido da execução orçamentária referente ao 6º bimestre de 2020, que foi apresentado pela Secretaria de Orçamento e Projetos da Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia (Semef). Esse demonstrativo foi analisado durante a primeira reunião da comissão de finanças da CMM, promovida no final do mês de fevereiro deste ano.

“O que nos chamou atenção foram os valores gastos com publicidade. Esse valor contradiz com a situação que vivemos com a pandemia, onde os gastos com a Saúde foram de R$ 880 milhões. O valor é alto, mas pelo que verificamos, está dentro do limite orçamentário, mas queremos detalhes, inclusive saber onde isso foi investido e para quem foi pago”, explicou.

Segundo ele, novos relatórios mais detalhados sobre as despesas com publicidade foram solicitados à Semef. A 3ª Comissão de Finanças, Economia e Orçamento tem por competência opinar sobre matéria financeira e fiscal, tributação e arrecadação, empréstimos públicos, proposições que importem em aumento ou redução da despesa pública, aspecto financeiro de qualquer propositura, processos de tomadas de contas, projetos de abertura de créditos adicionais oriundos do Executivo Municipal, além de acompanhar, também, a execução orçamentária, podendo propor ou receber indicações orçamentárias oriundas das comunidades e encaminhá-las à Prefeitura de Manaus.

Segundo Lissandro Breval, a comissão vai trabalhar analisando os pagamentos, os investimentos e discutir os gastos realizados pelo Executivo. “O nosso objetivo de trabalho é trabalhar dentro da gestão municipal, ajudar na prática e acompanhar, fiscalizar os pagamentos executados pelo município”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

David Reis diz que vereadores decidirão se licitação das 41 pick ups vai continuar na CMM

Bolsonaro afirma que Governo Federal zerou impostos de medicamentos

Marcelo Ramos afirma que aumento do IOF é uma maldade com o povo brasileiro