Dermilson critica Segurança, mas ‘se cala’ sobre consultoria milionária na gestão de Amazonino Mendes

Quando era líder de Amazonino Mendes, na ALEAM, o deputado Dermilson Chagas se calava sobre o assunto e, até hoje, não apresentou dados e informações sobre a contratação da empresa internacional

Manaus | AM

Durante pronunciamento, nesta terça-feira (2), na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), o deputado de oposição, Dermilson Chagas (Podemos), criticou a gestão da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). No entanto, na época em que o parlamentar era líder do ex-governador Amazonino Mendes, na Casa Legislativa, defendeu ‘com unhas e dentes’ a consultoria milionária e fracassada que a empresa do ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, a Security e Safety, que não mudou em nada os índices de criminalidade do Estado.

“Infelizmente, Tabatinga, como Manaus e todos os municípios, estão à deriva da Segurança Pública. Não temos segurança no nosso Estado”, disse Chagas, que também citou o secretário de Segurança Pública do Estado, coronel Louismar Bonates.

A consultoria, que custou R$ 1,6 milhão ao Estado e tinha previsão de custar R$ 5 milhões, foi alvo de um inquérito, por parte do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), para apurar a dispensa de licitação do contrato com a empresa de Giuliani.

Pedido

Em agosto do ano passado, a deputada Joana Darc (PL) cobrou Dermilson Chagas a apresentar as ações de Segurança e o contrato que o Estado teve com a empresa de Giuliani, porém, até hoje o parlamentar não apresentou os dados ao Poder Legislativo.

O deputado Wilker Barreto (Podemos), que raramente fala sobre Segurança Pública, discursou no pequeno expediente da ALEAM sobre o assunto. Contudo, desde 2019  o parlamentar só tem um Projeto de Lei voltado ao tema no Sistema de Apoio de Processo Legislativo (SAPL).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

David Reis diz que vereadores decidirão se licitação das 41 pick ups vai continuar na CMM

Bolsonaro afirma que Governo Federal zerou impostos de medicamentos

Marcelo Ramos afirma que aumento do IOF é uma maldade com o povo brasileiro