Deputados aprovam veto de Wilson Lima e rejeitam proposta de Josué Neto

A votação do veto governamental vinha travando as pautas da Assembleia Legislativa do Amazonas, sem procedência legal

Manaus | AM

A queda de braço iniciada pelo presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), deputado Josué Neto, contra o governo do Estado, teve seu ‘1º round’ finalizado, nesta quinta-feira (13), quando 15 deputados acataram o veto do governador Wilson Lima e rejeitaram o projeto de Josué sobre a polêmica ‘Lei do Gás’. Com isso, a exploração e distribuição do gás na região segue sob comando da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás).

Na Sessão Plenária desta quinta, o tema, que ‘trancou’ a pauta da Casa Legislativa por 60 dias, foi amplamente debatido. Votaram a favor do veto governamental Alessandra Campêlo, Adjunto Afonso, Felipe Souza, Saullo Vianna, Therezinha Ruiz, João Luiz, Álvaro Campelo, Carlinhos Bessa, Mayara Pinheiro, Roberto Cidade, Augusto Ferraz, Cabo Maciel, Joana Darc, Doutor Gomes e Wilker Barreto, sendo este último da base de oposição.

Já os deputados Josué Neto, Delegado Péricles, Fausto Júnior, Serafim Corrêa, Ricardo Nicolau e Sinésio Campos votaram contra o veto governamental. Os demais parlamentares estiveram ausentes da sessão. Visivelmente inconformado, Josué disse que “desde que a Zona Franca foi criada, não há nada mais importante do que este projeto de lei que foi apresentado nesta Casa e que hoje a grande maioria da população do Amazonas já conhece”, comentou.

Em julho deste ano, o site O PODER publicou matéria em que mostra suposta ligação entre o presidente da ALEAM, a empresa Criae Design e Publicidade LTDA e a Azulão Geração de Energia, controlada pela gigante Eneva, principal interessada na ‘Lei do Gás’.

Ligações perigosas: Empresa interessada na Lei do Gás paga altos valores à agência de publicidade ligada a Josué Neto e a ALEAM

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mídia nacional repercute declaração de Bolsonaro sobre Alfredo Menezes

Coligação 'Aliança por Manaus' promove adesivaço e carreata

Carlos Almeida perde, no STJ, ação contra o Tribunal de Justiça do Amazonas