‘Deputado está legislando em causa própria’, afirma líder religioso de Matriz Africana sobre vacinação apenas de ‘líderes religiosos cristãos’

Para o pai Alberto Jorge Silva, a atitude do deputado estadual João Luiz "é um absurdo" e ele afirma que “o Brasil não é teocrata”

Manaus | AM

Após o deputado João Luiz (Republicanos) ingressar com requerimento na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) para incluir na vacinação contra o Covid-19 apenas “líderes religiosos cristãos”, nesta quarta-feira (7) o coordenador-geral da Articulação Amazônica dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana (Aratrama), pai Alberto Jorge Silva, afirmou que o parlamentar está legislando em causa própria, tendo em vista que o mesmo é pastor da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).

“É fato que esse deputado está legislando em causa própria ou do grupo ao qual ele pertence. Isso é um absurdo, se circunscrever apenas aos sacerdotes cristãos, aos religiosos cristãos! Ou o Estado é laico, ou ele vai deixar de ser”, disse Alberto Jorge, ainda nesta quarta, ao site O PODER.

Conforme o coordenador-geral da Aratrama, ainda que o presidente da República, Jair Bolsonaro, e outros prefeitos queiram um estado teocrático, “o Brasil não é teocrata”.

“Ainda estamos em um Estado de direito democrático. Então, se abre para os pastores evangélicos, terá que abrir para todas as religiões, porque ninguém vai me convencer do contrário que um pastor está mais exposto a contrair a Covid do que uma benzedeira, do que uma rezadeira. E falando sinceramente, as benzendeiras e rezadeiras são muito mais humanas, desapegadas de dinheiro do que os pastores”, defendeu.

Pai Alberto Jorge também explicou que a situação de vacinação de líderes religiosos já estava sendo discutida pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) e dentre outros órgãos de saúde. “Os líderes religiosos deveriam ser vacinados, mas olho isso de forma holística”, frisou o coordenador-geral da Aratrama.

Entenda o caso

Nesta quarta, João Luiz apresentou um requerimento para incluir “líderes religiosos cristãos” na etapa prioritária da vacinação contra o Covid-19. “Essas lideranças religiosas sempre estiveram e sempre estarão no pelotão de frente. Dentro da primeira onda que teve, da segunda onda e cremos que não vai ter a terceira”, defendeu o parlamentar

Segundo o deputado, são pastores e padres que estão cuidando da parte física e espiritual das pessoas, por isso, merecem receber a imunização contra o coronavírus.

Deputado quer que “líderes religiosos cristãos” entrem na etapa prioritária da vacinação contra Covid-19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vereadora Thaysa Lippy defende diagnóstico precoce para pessoas com Espectro Autista

Deputada Joana Darc conseguiu em uma semana beneficiar mais de 2 mil animais comunitários

Ao Vivo | Confira o resumo das principais notícias do Site O Poder