David Reis autoriza pregões de construção de anexo e aluguel de picapes

O presidente da Câmara Municipal de Manaus, David Reis, fez a publicação dos dois pregões na última sexta-feira (3)

Manaus | AM

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), David Reis (Avante), autorizou na última sexta-feira (3) as aberturas de duas licitações, de valores vultosos, que estão alvos de inúmeras críticas. As propostas contemplam a contratação de uma empresa para a construção do ‘Anexo II’ da Casa Legislativa e um contrato para alugar 41 veículos de tipo picapes.

O primeiro pregão é referente a contratação de serviços de engenharia para construção do prédio ‘Anexo II’’, do parlamento municipal. O edital é  oriundo do processo administrativo n. 2021.10000.10718.0.001464, e foi assinado pelo presidente da Comissão Permanente de Licitação da CMM, Felisberto Batista Nunes.  

David Reis deve gastar R$ 40 milhões na construção de anexo para a Câmara Municipal de Manaus

No segundo, a contratação de empresa para prestação de serviços de locação de 41 veículos automotores novos ou seminovos. Os carros deverão ter, no máximo, 1 ano de uso, e deverão ser do tipo tipo picape, movidos a combustível renovável (etanol, gás natural veicular, biodiesel, eletricidade etc.), inclusive deverá ter tecnologia ‘flex’, com quatro portas, motor igual ou superior a 2.4.

Leia a publicação das licitações aqui.

O aviso de licitação não diz para que esses carros serão utilizados. Os editais encontram-se à disposição dos interessados na Comissão Permanente de Licitação da CMM, e irão ser leiloados no dia 18 e 20 de setembro deste ano, de forma presencial. 

Em sete meses, Câmara Municipal de Manaus, sob comando de David Reis, já gastou mais de R$ 65 milhões

Estima-se que a construção do ‘Anexo II’,vai custar aos cofres públicos em torno de R $40 milhões.  O valor para o aluguel dos veículos picapes não foi divulgado. Porém, todos os vereadores contam com o benefício da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), o famoso ‘Cotão’, que dá R$ 18 mil por mês. Essa quantia é cumulativa e pode ser utilizada para aluguel de carros e gasolina.

Dos 41 vereadores da Casa, apenas três se posicionaram contra os gastos: Amom Mandel (sem partido), Rodrigo Guedes (PSC) e Capitão Carpê Andrade (Republicanos). Guedes chegou, inclusive, a desafiar Davis Reis a reverter o valor gasto, na contrução do Anexo em auxílio emergência, conforme mostrou O PODER.

Rodrigo Guedes desafia David Reis a usar o dinheiro de anexo da Câmara como auxílio emergencial

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menezes retoma viagens pelo interior do Estado por Apuí

Denúncias contra Prevent Senior foram manipuladas, diz diretor na CPI

Governo do Estado atua em duas frentes para investigar casos suspeitos de rabdomiólise no Amazonas