Com dispensa de licitação, DSEI/Manaus contrata três empresas por mais de R$ 662 mil

Ao todo, a dispensa de licitação feita pelo DSEI/Manaus será de R$ 662.138,50 e tem por objetivo adquirir insumos de combate à Covid-19

Manaus | AM

O Distrito Sanitário Especial Indígena Manaus (DSEI/Manaus) publicou no Diário Oficial da União (DOU), nesta segunda-feira (29), três contratos com dispensa de licitação no valor total de R$ 662.138,5.

De acordo com informações do Ministério da Saúde (MS), os três extratos de contratos são voltados para a aquisição emergencial de materiais, insumos e equipamentos para enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19).

dsei/manaus

Os produtos contemplarão a Casa de Saúde Indígena (Casai) Manaus, na Rodovia AM-010, e polos-base de abrangência do DSEI/Manaus.

Ainda segundo o MS, as empresas que receberão o dinheiro do Governo Federal são Distribuidora Moderna (R$ 24.500), Medhaus Comércio Produtos Hospitalares (R$ 46.890) e R.M. Naveca (R$ 590.948,50).

dsei/manaus

Dados

Segundo informações do Ministério da Saúde, o DSEI/Manaus conta com uma população de 31.911 indígenas, de 49 etnias, distribuídas em 252 aldeias. Desde o início da pandemia do novo coronavírus, 1.183 índios foram infectados pelo vírus na capital amazonense e 16 chegaram a óbito.

Localizada na Avenida Epaminondas, 748, a Distribuidora Moderna LTDA está registrada com o CNPJ 63.666.028/0001-82, tem porte nominal pequeno e capital social de R$ 500 mil, além de ter como sócios e administradores Antônio Humberto de Matos Figueiredo, José de Carvalho Tomaz, Paulo Victor de Carvalho Figueiredo e Pedro Humberto de Carvalho Figueiredo.

Outra beneficiada pela dispensa de licitação do DSEI/Manaus, é a Medhaus Comércio Produtos Hospitalares. Registrada sob o CNPJ n. 23.611.514/0001-89, a empresa possui pouco mais de 5 anos de funcionamento, está localizada na Avenida Codajás, bairro Cachoeirinha, tem como proprietária Walderita dos Santos Rodrigues e conta com capital de R$ 720 mil.

dsei/manaus

E por fim, a R.M. Naveca, localizada na Rua Ferreira Pena, 2.996, bairro Centro também participará da dispensa de licitação. A empresa possui capital de R$ 600 mil, atua com nome fantasia de Comercial São Francisco e mesmo diante de pesquisa não foi encontrado o nome do proprietário ou dos sócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

'Agora terei a oportunidade de apresentar minha defesa e aguardar a minha absolvição', diz Wilson Lima após denúncia aceita pelo STJ

TCE-AM oficia Prefeituras para atentar a planejamentos do SUS

3.ª Vara do Tribunal do Júri implementa o 2º Balcão Virtual para atender réus que cumprem medidas cautelares diversas da prisão