Bolsonaro indica André Luiz de Almeida Mendonça para vaga no STF

Esta é a segunda indicação de Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF), sendo a primeira o ministro Nunes Marques, em outubro de 2020

Manaus | AM

Um dia após a aposentadoria do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), indicou o atual ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), André Luiz de Almeida Mendonça, para a vaga deixada pelo decano.

Esta é a segunda indicação que Bolsonaro faz de um ministro do STF. Em outubro de 2020, ele indicou Kássio Nunes Marques para a vaga deixada por Celso de Mello. Para assumir o cargo, Mendonça deve se submeter a uma sabatina no Senado Federal e sua indicação será votada no plenário.

Além disso, ele precisa da maioria (41) dos votos dos 81 senadores para se tornar apto a ocupar a cadeira de ministro da Suprema Corte. Vale ressaltar, que a indicação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), desta terça-feira (13).

Em nota, o ministro disse “coloco-me à disposição do Senado Federal”. “De forma respeitosa, buscarei contato com todos os membros, que têm a elevada missão de avaliar meu nome. Por fim, ao povo brasileiro, reafirmo meu compromisso com a Constituição e o Estado Democrático de Direito. Deus abençoe nosso país!”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carlinhos Bessa agradece Wilson Lima por CETI de Tefé

TCE-AM muda para quarta-feira o julgamento das contas de ex-gestores de Arthur Neto e Amazonino Mendes

Câmara pode votar nesta terça-feira MP sobre suspensão de contratos de trabalho na pandemia