Bolsonaro fixa em 8% IPI para fabricantes de concentrados

A decisão, que passa a ser permanente, encerra o debate de zerar a alíquota o que causaria graves prejuízos para a Zona Franca de Manaus (ZFM)

Manaus | AM

O presidente da República, Jair Bolsonaro, decretou, nesta segunda-feira (19), que a Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (TIPI), aprovada pelo Decreto n. 8.950, de 29 de dezembro de 2016, passa a vigorar como alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IP) incidente sobre os produtos classificados no código 2106.90.10, alterada para 8%.

Com isso, a decisão também alcança os fabricantes de concentrados de refrigerantes presentes na Zona Franca de Manaus (ZFM). O senador Eduardo Braga comemorou a decisão de Bolsonaro, nas redes sociais. “Foram mais de 2 anos e meio de muitas tentativas de diálogo e de muita luta”, disse ele.

Segundo Braga, a decisão de 8% atende, “de certa forma, o setor e mais importante, tranquiliza os corações dos milhares de trabalhadores amazonenses vinculados direta ou indiretamente a essa indústria”. “Nosso muito obrigado ao presidente Jair Messias Bolsonaro”.

bolsonaro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos pelo Brasil

Governo federal cria programa para expandir telecomunicações na Amazônia

Cartórios eleitorais do interior do AM voltam a atender presencialmente