Bolsonaro comemora quase 2 milhões de votos a mais do que nas eleições de 2018

O presidente também destacou o sucesso da agenda conservadora nos estados, no Senado e na Câmara dos Deputados: "Maior vitória dos patriotas na história do Brasil"

MANAUS | AM

Com 51.071.277 votos válidos recebidos no primeiro turno das Eleições 2022 – com 99% das seções apuradas, realizada neste domingo (2), o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), comemorou a expressiva votação conquistada nas urnas e o sucesso da agenda conservadora nos estados, no Senado e na Câmara dos Deputados. Ele alcançou 43,2% da preferência do eleitorado brasileiro e vai disputar o segundo turno com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que obteve 57.258.115 votos – 48,4%.

O atual mandatário da nação recebeu 1.794.267 votos a mais neste pleito comparado ao primeiro turno das eleições em 2018, quando registrou 49.277.010 votos, 43,03% dos votos válidos, e liderou a disputa contra Fernando Haddad (PT), que somou 31.342.051, sendo 29,28% da escolha dos votantes à época.

“Contra tudo e contra todos, tivemos no 1° turno de 2022 uma votação mais expressiva do que aquela que tivemos em 2018. Foram quase 2 milhões de votos a mais! Também elegemos as maiores bancadas da Câmara e do Senado, o que era a nossa maior prioridade neste primeiro momento”, declarou Bolsonaro por meio do Twitter, na madrugada desta segunda-feira (3).

O chefe do Executivo também afirmou que essa é a “maior vitória dos patriotas na história do Brasil” e que, nesta etapa, a prioridade da disputa seria arquitetar uma bancada aliada significativa no Congresso Nacional.

“Elegemos governadores no 1° turno em 8 estados e elegeremos nossos aliados em outros 8 estados neste 2° turno (…) 60% do território brasileiro será governado por quem defende nossos valores e luta por um país mais livre”, destacou o presidente.

Entre os aliados de Bolsonaro que saíram vitoriosos nas urnas neste domingo estão o vice-presidente da República, Hamilton Mourão (Republicanos), eleito senador pelo Rio Grande do Sul; Nikolas Ferreira (PL), que se elegeu como deputado federal por Minas Gerais; o ex-ministro Marcos Pontes (PL), que garantiu uma vaga no Senado por São Paulo, além de Wilder Morais (PL), eleito senador por Goiás.

Nos governos estaduais, Bolsonaro tem o apoio de pelo menos sete governadores eleitos ou reeleitos no primeiro turno: Cláudio Castro (PL), reeleito em primeiro turno como governador do Rio; Ratinho Jr. (PSD), no Paraná; Ibaneis Rocha (MDB), do Distrito Federal; Wanderlei Barbosa (Republicanos), de Tocantins; Gladson Cameli (PP), do Acre; Antônio Denarium (Republicanos), de Roraima; e Mauro Mendes (União), do Mato Grosso.

LEIA O PRONUNCIAMENTO DE BOLSONARO NA ÍNTEGRA:

Contra tudo e contra todos, tivemos no 1° turno de 2022 uma votação mais expressiva do que aquela que tivemos em 2018. Foram quase 2 milhões de votos a mais! Também elegemos as maiores bancadas da Câmara e do Senado, o que era a nossa maior prioridade neste primeiro momento.

Elegemos governadores no 1° turno em 8 estados e elegeremos nossos aliados em outros 8 estados neste 2° turno. Esta é a maior vitória dos patriotas na história do Brasil: 60% do território brasileiro será governado por quem defende nossos valores e luta por um país mais livre.

Muita gente se deixou levar pelas mentiras propagadas pelos institutos de pesquisas, que saíram do 1° turno completamente desmoralizados. Erraram todas as previsões e já são os maiores derrotados desta eleição. Vencemos essa mentira e agora vamos vencer a eleição!

Esta disputa não decidirá apenas quem assumirá um cargo nos próximos quatro anos. Esta disputa decidirá nossa identidade, nossos valores e a forma como seremos vistos pelo mundo e pelo próprio Deus. Lutemos pela liberdade, pela honestidade, por nossos filhos e pelo Brasil.

Sabemos do tamanho da nossa responsabilidade e dos desafios que vamos enfrentar. Mas sabemos aonde queremos chegar e como chegaremos lá. Pela graça de Deus, nunca perdi uma eleição e sei que não será agora, quando a liberdade do Brasil inteiro depende de nós, que iremos perder.

Nossos adversários só se prepararam para uma corrida de 100 metros. Nós estamos prontos para uma maratona. Vamos lutar com confiança e com força cada vez maior, certos de que vamos prevalecer pela pátria, pela família, pela vida, pela liberdade e pela vontade de Deus!

Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.