Atlético Rio Negro Clube é arrematado à vista por empresário coreano; o valor pago foi de R$ 3,78 milhões

Manaus | AM

Na manhã desta segunda-feira (22), a sede do Atlético Rio Negro Clube foi arrematado no valor de R$ 3,78 milhões pago à vista pelo empresário coreano e diretor da empresa Digitron da Amazônia, Sung Song. O valor arrecadado é para pagar dívidas de funcionários e o leilão foi determinado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 11º Região (TRT-11).

O futuro da sede do Rio Negro Clube é incerta, pois como o local foi comprado por um investidor da área do polo industrial, pode se tornar uma empresa e fechar as portas para o cenário local, podendo ainda gerar novos empregos para a cidade.

O valor que estava estabelecido para a venda, inicialmente, foi de R$ 9 milhões, mas foi vendido com um desconto de 60%. Song arrematou o imóvel com o valor de R$ 3,6 milhões, mais R$ 180 mil de comissão.

Conheça a empresa do empresário coreano, Sung Song

A Digitron é líder absoluta na fabricação de placas-mãe para computadores, produzidas em seu condomínio de fábricas localizado na Zona Franca de Manaus. A empresa abriga a produção, em linhas de montagem independentes, de motherboards das marcas INTEL, MEGA, PCWARE, MSI e SUPERMICRO, sendo que, para as placas-mãe Intel, a Digitron é homologada, certificada e licenciada como única a produzir as placas da fabricante. Presente no mercado desde 1986, a empresa conta com infra-estrutura de ponta para a fabricação e distribuição destes componentes no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Senadores Omar, Plínio e Braga votaram a favor da criação da CPI da Covid-19

AO VIVO | Saiba quais ministros do STF votaram contra a liberação de cultos e missas na pandemia

Roberto Cidade autorizou o gasto de mais de R$ 12 milhões com contratos na Aleam