Após desdenhar, Durango Duarte é pressionado e devolve Título de Cidadão do Amazonas

Temendo humilhação, Durango Duarte enviou à Assembleia Legislativa do Amazonas um termo de devolução do Título de Cidadão do Amazonas concedido a ele, em 2017, pelo ex-deputado Josué Neto

Manaus | AM

O empresário e publicitário Durango Duarte enviou, nesta segunda-feira (24), à Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) um termo de devolução do Título de Cidadão do Amazonas, concedido a ele, em 2017, pelo então deputado estadual e agora conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), Josué Neto. A devolução se deu após Duarte desdenhar da honraria durante entrevista, na última semana, e ser alvo de Projeto de Lei (PL) do deputado Fausto Jr., que pedia a cassação do título.

Fausto Jr. pede revogação de Titulo de Cidadão do Amazonas concedido ao empresário Durango Duarte

No termo, Durango Duarte diz que “fez e continuará fazendo muito pela cidade de Manaus” e que “consideraria uma humilhação receber qualquer quantidade de votos contrários agora”, aos que ele recebeu quando a homenagem foi aprovada. Além disso, ele afirma que está sendo alvo de censura e cerceamento do seu direto constitucional de livre expressão.

O empresário ressaltou, também, que não se sentirá menos amazonense agora. “Tenho imenso orgulho por ter escolhido esta terra para morar e constituir minha família, e onde estou há mais de 40 anos. Minhas filhas e minha esposa são amazonenses. Finquei raízes aqui e aqui estarei até o fim, trabalhando em prol do desenvolvimento da minha cidade e do meu Estado”.

Polêmica

No dia 18 deste mês, Durango Duarte concedeu entrevista a um site local, na qual teceu críticas ao Governo do Amazonas, Prefeitura de Manaus, ALEAM e chegou a dizer que deputados não tem muita relevância. Também na oportunidade, desdenhou do Título de Cidadão do Amazonas concedido a ele.

Josué Neto rebate críticas de Durango e diz que deboche e desdém é uma afronta ao Amazonas

O conselheiro do TCE-AM, Josué Neto, chegou a se pronunciar sobre as declarações de Duarte. “As declarações do pesquisador Durango (Duarte) não fazem ataques à mim. Fazem ataques ao povo do Amazonas”, escreveu ele em sua conta no Twitter.

Em seguida, o deputado Fausto Jr. colocou em votação o PL que cassava o título do empresário. Na última quinta-feira (20), a ALEAM emitiu uma nota de repúdio sobre as falas consideradas ofensivas e desrespeitosas de Durango Duarte sobre o Poder Legislativo.

O presidente da Casa, deputado Roberto Cidade, lamentou o posicionamento do empresário que “desdenhou do trabalho sério e comprometido que a ALEAM desenvolve na representatividade do povo amazonense”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Braga diz que estão espalhando supostas mentiras e notícias falsas a seu respeito nas redes sociais

CPI vai pedir retenção do passaporte de Wizard após ausência não justificada

Marcelo Ramos nega ser candidato ao Governo do Amazonas em 2022