Após ação do MP-AM, Vivo tem 60 dias para melhorar internet em Ipixuna

A prestadora do serviço Vivo está proibida de vender chips ou novas linhas fora do padrão do serviço, de fato, oferecido

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

Após ação do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), a Justiça Estadual decidiu que a Vivo melhore o serviço de telefonia e de internet no município de Ipixuna em um prazo de 60 dias. Enquanto isso, a operadora deve publicar cartazes esclarecendo a população que oferece apenas a cobertura GSM, com tecnologia 2G, e implemente projetos de infraestrutura de banda larga e rede móvel.

“Fizemos uma audiência pública com a população do município e depois fizemos reuniões com os fornecedores de chips da Vivo. Vários questionamentos foram levantados, principalmente, sobre problemas de sinal e de rede. Por meio da ação movida pelo MP-AM, o juiz deu início ao cumprimento provisório da sentença para que a Vivo esclarecesse qual era o serviço oferecido na cidade”, destacou o promotor de Justiça, Iranilson Ribeiro, da Promotoria de Justiça de Guajará e Promotoria de Justiça de Ipixuna.

De acordo com ele, atualmente, a internet disponibilizada é de apenas 2G e com essa qualidade disponível, não se tem condições de acessar redes sociais como nas cidades onde possuem um serviço de telefônica melhor. “Por isso, foi necessária a nossa intervenção”, comentou o promotor de Justiça.

A empresa deve promover, ainda, a instalação de banco de baterias (nobreaks) capazes de manter o sistema da ERB em funcionamento por, pelo menos, três horas independentemente do fornecimento de energia elétrica. O Ministério Público do Amazonas pediu também que a rede assegure o acesso à internet móvel na área de cobertura, por meio de chip, tanto para o sistema pré-pago, quanto para o pós-pago.Muni

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tony Medeiros assume presidência da Comissão de Turismo na ALEAM

MP-AM quer retorno seguro às aulas no município de Manaquiri

Governo do AM divulga lista de membros do Conselho Curador da UEA