Almoço em Brasília confirma movimento de PSL em direção a Eduardo Braga

A reunião, que ocorreu nesta quarta-feira (24), contou com a presença do até então deputado bolsonarista e presidente do PSL no Amazonas, Delegado Pablo

Manaus | AM

Como já havia sido adiantado, na última semana, pelo site O PODER, o Partido Social Liberal (PSL) confirmou, nesta quarta-feira (24), a proximidade com a oposição do presidente Jair Bolsonaro, por meio do presidente do partido no Amazonas, deputado federal Delegado Pablo, que esteve presente um almoço comandado pelo senador da República, Eduardo Braga (MDB), em Brasília, com prefeitos do interior do Estado.

Braga e Péricles fecham acordo e inauguram novo grupo na ALEAM

Na última sexta-feira (19), O PODER deu publicidade ao requerimento assinado pelo deputado estadual Delegado Péricles, também do PSL e aliado de ‘primeira ordem’ de Bolsonaro, que pedia da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), a criação de um novo Bloco Partidário formado pelo PSL e pelo MDB, por meio do deputado estadual Fausto Júnior.

Com essa movimentação política, Braga ‘ganha’ força, tendo em vista que seu mais novo aliado tem um bom tempo de televisão e uma boa verba partidária para a campanha de 2022, porém, coloca na ‘berlinda’ dois nomes que ‘navegavam’ como parte do que viria  ser a nova política, mas que sucumbiram à pressão dos velhos caciques políticos, abandonando as ‘alianças do futuro’.

A proximidade do PSL e do MDB já dava sinais ainda nas Eleições de 2020, quando o partido apoiou a candidatura de Amazonino Mendes (Podemos), encabeçada pelo senador Eduardo Braga. Com isso, o PSL se afasta da ideia da nova política e também abandona a extrema direita.

MDB de Eduardo Braga declara apoio a Amazonino Mendes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menezes retoma viagens pelo interior do Estado por Apuí

Denúncias contra Prevent Senior foram manipuladas, diz diretor na CPI

Governo do Estado atua em duas frentes para investigar casos suspeitos de rabdomiólise no Amazonas