Arthur Neto critica Wilson Lima, mas esquece que gastou R$ 22 milhões com obras e não injetou dinheiro na saúde municipal

Manaus-AM-  Após fechar o Hospital de Campanha na primeira onda da Covid-19 em Manaus, deixar o sistema de saúde municipal um caos e gastar milhões de reais com obras no último ano de gestão, o ex-prefeito Arthur Neto (PSDB) resolveu criticar o governador Wilson Lima (PSC) por não comparecer na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), em Brasília, nesta quinta-feira (10).

“Sem moral” para apontar o dedo sobre a questão da pandemia, o ex-gestor da capital amazonense foi duramente criticado pela secretária de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, conhecida como “Capitã Cloroquina”, onde em depoimento na comissão revelou que Arthur Neto deixou para o atual prefeito David Almeida (Avante) o caos na saúde da capital amazonense.

Informações obtidas pelo site O PODER revelam que Arthur Neto ainda pode prestar depoimento na CPI da Pandemia, porém, sem uma data definida pelo presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD).

Investigação

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) investiga o gasto de mais de R$ 3 milhões em um velódromo, que foi inaugurado no meio da pandemia, no ano passado, pelo ex-prefeito Arthur Neto.

Segundo o órgão do judiciário, um inquérito civil foi aberto na 79ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa e Proteção do Patrimônio Público por conta de eventuais irregularidades na construção de um espaço que descumpre normas técnicas e de segurança, além de gerar um grande desperdício de dinheiro público.

Gastos milionários

Ao invés de investir na saúde municipal, em seu último ano de mandato, ainda durante o surto de casos do novo coronavírus na capital, Arthur Neto também resolveu adotar a ‘velha política’ e gastou mais de R$ 22 milhões em obras, algumas delas, como o caso do Complexo Viário Professora Isabel Victoria, no bairro Manôa, zona norte de Manaus, e com as Estação de Transferência do transporte coletivo.

Arthur também deixou mais de 100 obras inacabadas para a atual gestão municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Terra nega ‘gabinete paralelo’ e diz que STF ‘limitou’ Bolsonaro; senadores reagem

Capitão Carpê propõe PL que autoriza Guarda Municipal a fazer patrulhamento preventivo

Projeto de Lei prevê garantia de vagas a PCDs em cargos comissionados