Número de brasileiros deportados dos EUA registra recorde neste ano

O número vem crescendo em razão de uma mudança na lei brasileira em 2019. O governo de Jair Bolsonaro atendeu a um pedido do então presidente norte-americano, Donald Trump, e editou novas regras

PAÍS

Um levantamento da Polícia Federal revela que 2.423 brasileiros foram deportados dos Estados Unidos nos sete primeiros meses deste ano. O número já se aproxima do registrado em todo o ano passado, quando 2.447 pessoas foram trazidas de volta ao Brasil. Comparando-se à média mensal entre 2021 e 2022, houve crescimento de 69% das deportações.

O número vem crescendo em razão de uma mudança na lei brasileira em 2019. Até então, era proibida a emissão de passaportes se o cidadão não solicitasse, o que impedia a deportação de brasileiros que se recusassem a solicitar o documento.

Há três anos, o governo do presidente Jair Bolsonaro atendeu a um pedido do então presidente norte-americano, Donald Trump, e editou novas regras. Passaram a ser autorizadas as deportações de brasileiros que viviam nos Estados Unidos ilegalmente mesmo sem passaporte. O governo de Joe Biden manteve essa política.

Desde a mudança das regras, 68 voos com deportados já chegaram ao Brasil. A maioria dos brasileiros deportados é de São Paulo e Minas Gerais.

Além disso, os EUA, desde a pandemia de covid-19, adotaram a “expulsão rápida” de imigrantes ilegais.

Advogados que trabalham com imigração criticam o tratamento dispensado pelas autoridades norte-americanas aos imigrantes ilegais, que, depois de localizados, são mantidos em prisões até a efetiva deportação.

Atualmente, o Itamaraty acompanha a situação de 183 brasileiros apreendidos em dois grupos que saíram de Tijuana, no México, e tentavam chegar a San Diego, na Califórnia, no fim de julho.

Foto: Flickr 

Com informações da assessoria*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.