Profissionais de saúde são capacitados com simulação realística de atendimento grave à Covid-19

O Governo de Rondônia está capacitando os profissionais de saúde no Hospital de Base Doutor Ary Pinheiro, em Porto Velho, para o atendimento de pacientes críticos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com suspeita ou confirmados para Covid-19. Desde março, já foram capacitados mais de 135 servidores, entre médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e técnicos na sala […]

06/05/2020 16:29

Comunicar Erro

O Governo de Rondônia está capacitando os profissionais de saúde no Hospital de Base Doutor Ary Pinheiro, em Porto Velho, para o atendimento de pacientes críticos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com suspeita ou confirmados para Covid-19. Desde março, já foram capacitados mais de 135 servidores, entre médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e técnicos na sala de simulação realística.

A programação de ações educativas do hospital para o mês de maio prevê aulas práticas com simulações realísticas todas as sextas-feiras, no período da tarde, para os servidores lotados na unidade. “Com a pratica de atividades educativas para os nossos profissionais, oferecemos assistência de qualidade aos pacientes”, afirma Raquel Gil, diretora geral do Hospital de Base.

O instrumento principal usado pelos profissionais é o simulador de média fidelidade (manequim), que imita o corpo humano, permitindo que os servidores façam a intubação orotraqueal, ventilação mecânica, pronação e parada cardiorrespiratória.

Durante as capacitações ocorreram aulas no auditório da unidade, que funciona como sala para as ações educativas, utilizando o manequim (simulador de média fidelidade), e uma turma foi capacitada in loco, no setor de maternidade do hospital.

“A simulação realística, como método de aprendizagem, tem como objetivo fornecer ferramentas para a criação de cenários apropriados para a formação segura e interativa dos profissionais de saúde, simulando situações que envolvem o cuidado em saúde no enfrentamento da Covid-19”, acrescentou Patricia Oliveira, coordenadora de ações educativas da unidade.

O núcleo de educação do hospital tem seguido o Plano Operativo de Contingência Covid-19, instituído pelo Centro de Educação Técnico Profissional na Área de Saúde (Cetas/RO), que norteia as ações de educação permanente e continuada no âmbito da Secretaria Estadual de Saúde de Rondônia (Sesau), para o enfrentamento à Covid-19.